Escola Vivencial do Trânsito, no Distrito Federal, visa conscientizar os baixinhos sobre comportamento de risco no ambiente viário

Uma boa iniciativa chega do Distrito Federal. Trata-se da Escola Vivencial do Trânsito, localizada no Parque Rodoviário do Departamento de Estradas e Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), em Sobradinho, onde são oferecidos cursos para crianças de 4 anos a 10 anos.

De acordo com a diretora Jucianne Nogueira, diretora da Diretoria de Educação de Trânsito do DER-DF, a intenção é conscientizar os pequenos sobre a importância de evitar comportamentos de risco no ambiente viário.

Criada em 2004, a Transitolândia – como a escola é conhecida – tem uma mini-cidade onde as crianças podem vivenciar, na prática e de forma lúdica, o que aprendem no curso. Nesta entrevista, Jucianne Nogueira, diretora da Diretoria de Educação de Trânsito do DER-DF, fala um pouco mais sobre a iniciativa, que atende cerca de 20.000 pessoas por ano.

1- Como funciona a Escola Vivencial do Trânsito?

Educar para formar cidadãos conscientes nas relações de trânsito é uma das principais preocupações do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF). Por isso, desde setembro de 2004, funciona a Escola Vivencial de Trânsito, conhecida como Transitolândia, no Parque Rodoviário do DER, em Sobradinho. O objetivo da escola é ensinar as crianças de 4 a 10 anos, de escolas públicas e particulares, como ser um cidadão consciente, que colabora com o trânsito e que não põe sua vida em risco, se tornando multiplicadores nos ambientes nos quais eles convivem, cobrando comportamentos adequados dos seus responsáveis e familiares.

As crianças são orientadas por meio de atividades lúdicas e teóricas desenvolvidas pelos Agentes de Trânsito do DER, com a colaboração de estagiários de pedagogia. Depois de aprender como se comportar no trânsito, eles seguem para a minicidade, construída na escola para oferecer um espaço de vivência dos ensinamentos, tais como travessias seguras, uso adequado do cinto de segurança e outros. Durante o passeio na minicidade, as crianças são estimuladas a responder o que deve ser feito em cada situação.

2- Quantas crianças já participaram do programa e de que forma?

São atendidas, anualmente, cerca de 20.000 crianças e profissionais. As instituições de ensino solicitam o atendimento pelo site da Transitolândia, conforme disponibilizadas as vagas. O transporte e o lanche são fornecidos por nós.

3- Como estimular a implantação de iniciativas como essa do DF em outras partes do país?

Órgãos presentes no Sistema Nacional de Trânsito e outras entidades podem desenvolver e aplicar atividades educativas voltadas para orientação da Educação no Trânsito. Tais iniciativas são de fundamental importância, visto que o trânsito é um dos maiores causadores de mortes no Brasil e no mundo. Conscientizar e educar crianças e jovens é prevenir acidentes e formar cidadãos mais responsáveis no Trânsito.

 

Para saber mais sobre as atividades da Transitolândia, acesse o site.

 

 

Fonte: Estradas e Seguradora líder