Como interventor foi nomeado o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli

www.brasil247.com - Luiz Inácio Lula da Silva
Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Reprodução/TV Brasil)

Diante dos atos de terrorismo promovidos por bolsonaristas golpistas em Brasília, o presidente Lula (PT) decretou neste domingo (8) intervenção federal no governo do Distrito Federal até 31 de janeiro de 2023.

Para o cargo de interventor foi nomeado o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli. Ele estará subordinado ao presidente.

Lula prometeu “descobrir os financiadores” do terrorismo em Brasília, que “pagarão com a força da lei”. O presidente chamou comparou os terroristas a “nazistas” e garantiu que  “todos serão encontrados e punidos”.

O chefe do Executivo ainda afirmou que houve incompetência ou má-fé das autoridades de segurança pública do Distrito Federal.

Fonte: 247