Aniversário da cidade é celebrado nesta quarta (11). GDF entregou nova UBS aos moradores e constrói uma nova sede para a 35ª Delegacia de Polícia

Sobradinho II completa 34 anos de história nesta quarta-feira (11). A região administrativa abrange Morro do Sansão, Vila Rabelo, Setor de Mansões, Grande Colorado, Vila Basevi e Lago Oeste, além das ARs e QRs.

Nos últimos anos, o Governo do Distrito Federal (GDF) tem investido em melhorias na região, como a nova Unidade Básica de Saúde (UBS) 7, na Vila Buritizinho, além do campo de grama sintética da Vila Rabelo, entregues em 2021 e no ano seguinte, respectivamente.

Uma nova sede da 35ª Delegacia de Polícia Civil (PCDF) está em construção na cidade. E há, ainda, o lançamento de um Wi-Fi Social na Vila Rabelo e a instalação de um novo papa-lixo na VC-215.

Sobradinho II comemora 34 anos nesta quarta (11) | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

Foi feita uma reforma na passarela da DF-420, além da pavimentação de 1,8 km na Rua 60 da região administrativa. A Regional de Ensino de Sobradinho II ganhou um estacionamento e o muro do CAIC Júlia Kubitschek, escola que atende a área, foi reconstruído.

De acordo com o administrador da RA, Diego Rodrigues Rafael Matos, ainda há investimento em obras de pavimentação no Mirante da Serra e Vila Rabelo e está em andamento o recapeamento nas vias principais do Setor de Mansões. “Também colocamos muitas lâmpadas LED em cerca de 50% da cidade. A iluminação era antiga e precária. O governo, em parceria com a Câmara [CLDF] e emendas parlamentares tem atendido bem nossa cidade”, afirma.

Antônio Carlos dos Santos: “A região é tranquila e aqui tem opções boas de ônibus em horários difíceis, tem ônibus até 1h, que muitas cidades não têm”

“A região é tranquila e aqui tem opções boas de ônibus em horários difíceis, tem ônibus até 1h, que muitas cidades não têm. Saio de manhã e volto de madrugada e nunca me aconteceu nada, vejo uma segurança para morar aqui”, destaca Antônio Carlos dos Santos, morador de Sobradinho II há três anos.

Festividades

O aniversário da cidade será comemorado nesta quarta-feira, no estacionamento da administração, a partir das 16h, com o corte do bolo, que contará com a presença de alunos do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC). Em seguida, haverá uma feirinha especial com apresentações de artistas locais.

As atividades vão até as 23h, encerrando um ciclo de comemorações que começou ainda em setembro. De acordo com Diego Matos, toda a comunidade está convidada. “É uma cidade com muitos eventos acontecendo, quase tudo gratuito para a comunidade. Tem sido bem movimentado e agitado nos últimos meses, fico feliz com isso”, frisa o administrador.

Pontos turísticos

Recentemente também foi feita uma reforma na Feira Permanente de Sobradinho II. Segundo a presidente da feira, Marilene Lira, 63 anos, o local surgiu junto com a cidade. Antes, o espaço era de madeira, com cerca de 500 feirantes.

Marilene fala da importância do local para a comunidade: “Para os moradores da região é muito importante, porque a feira é dentro da cidade. Nesses últimos anos o governador Ibaneis Rocha deu uma importância muito grande às feiras do DF, fez uma reforma aqui, inclusive. É uma cidade que tem muita gente trabalhadora. Hoje, minha renda é só da feira”, ressalta.

Maria Pretinha Nascimento, uma das moradoras mais antigas da cidade: “Mudou muita coisa, botaram transporte, escolas, água, luz”

Outro ponto marcante da cidade é a Fonte São José. Como não havia água encanada na época da criação de Sobradinho II, os primeiros moradores usavam o chafariz para pegar água. Era o caso de Maria Pretinha Nascimento de Santos, 64, uma das moradoras mais antigas da cidade. “Pegava água no chafariz, não tinha ônibus, era muito difícil pra tudo. Mudou muita coisa, botaram transporte, escolas, água, luz. Gosto de morar aqui, criei meus filhos e hoje tenho minha família, meus netos, meus bisnetos, só tenho que agradecer”, recorda a aposentada.

A Ponte Chão de Flores também é um local famoso na região. Construída em 2013, ela fica sobre o Ribeirão Sobradinho e atualmente faz parte da logo da cidade. Ronaldo Sousa dos Santos, 32, nasceu e ainda mora em Sobradinho II, participando de muitos eventos da região que, segundo ele, não eram tão comuns.

Um dos pontos conhecidos da cidade, a Ponte Chão de Flores fica sobre o Ribeirão Sobradinho

“Aqui evoluiu bastante, é muito bom de morar. Antigamente tinha poucas coisas, hoje tem muito esporte, lazer e comércio, deu uma melhorada boa. Temos que comemorar bastante, porque nossa cidade merece”, comenta.

História da cidade

Sobradinho II é uma cidade que surgiu da necessidade da população de Sobradinho, que já era uma cidade inchada. Criou-se o acampamento em 1989, com os primeiros moradores da região para a criação de uma nova vila, que à época chamavam de assentamento.

O administrador elucida que as primeiras ARs foram as que ficam ao lado do cemitério, então houve bastante resistência por parte de algumas pessoas por conta disso. “Começou com muita dificuldade, como muitas cidades naquela época. É uma cidade bem típica do Distrito Federal dos anos 1980. A própria população apelidou a região de agreste, em referência a uma novela da época, porque as dificuldades eram imensas. Então é uma cidade de gente que começou já na raça, as pessoas são muito guerreiras e bem apaixonadas pelo que elas têm, porque conquistaram com muita dificuldade”, acentua.

Depois de 15 anos da criação, Sobradinho II se tornou uma RA. Diego explica que com a criação da administração diversas melhorias avançaram na cidade. “Hoje estamos aí, nesta cidade imensa, enorme, com diversos problemas, mas com o governo encontrando diversas soluções pra gente melhorar a vida da população”, observa.

Fonte: Jak Spies, da Agência Brasília , Edição: Carolina Lobo