Com vitória no Abadião, Samambaia colocou pressão nos membros do G-2 e afastou o Sobradinho da disputa por vaga nas semis da Segundinha

Samambaia e Sobradinho
Foto: Jonas Pereira/Distrito do Esporte

Um gol no final do jogo deu muitos motivos para o Samambaia comemorar. Na tarde desta quinta-feira (18/8), a Cobra Cipó recebeu o Sobradinho, no Estádio Abadião, e conquistou três pontos importantes na classificação da Segunda Divisão do Campeonato Candango com uma vitória por 2 a 1. O resultado deixou o clube na terceira posição do Grupo B do torneio local em boas condições de brigar pelas semifinais do torneio local. O Leão da Serra caiu para quarto e viu a situação na tabela ficar complicada.

O calor no Abadião deixou o primeiro tempo lento e estudado. Porém, as duas equipes também conseguiram balançar às redes. Wisman abriu o placar para o Samambaia. No último lance, Sandalo empatou para o Sobradinho. Na etapa final, o jogo ficou moroso com as duas equipes errando bastante. A Cobra Cipó, porém, chegava no ataque de forma mais intensa. Nos minutos finais do compromisso, o time garantiu a vitória com um gol de pênalti muito bem cobrado pelo atacante Michel Platini.

Foto: Jonas Pereira/Distrito do Esporte

Igualdade no final

Cientes da importância de um resultado positivo, Samambaia e Sobradinho começaram o jogo no Abadião se estudando. Nos primeiros 10 minutos de bola rolando, as duas equipes revezaram as tentativas de ataque, mas sem conseguir levar grande perigo aos goleiros adversários. Mais incisiva, a Cobra Cipó chegava com mais força no campo ofensivo. Nos dois times, as principais tentativas eram pelas beiradas do campo. Porém, soberanas, as defesas cortavam os chuveirinhos na grande área.

Aos 16, em escanteio, Medeiros cabeceou para o chão. Entretanto, a bola quicou e subiu demais. Trucando com faltas, o confronto ficou cadenciado e de intensidade controlada. O Sobradinho, porém, mudou de postura e passou a jogar mais no campo de ataque. O ritmo seguiu até o minuto 25, quando o árbitro Maguielson Lima Barbosa paralisou as ações para o tempo técnico. Na volta, aos 28, Matheus Barboza fez bela jogada individual, mas chutou fraco da entrada da área e Fernandes encaixou.

Com 36, a Cobra Cipó chegou na troca de passes. Na hora do chute, Filipinho finalizou mascado. Aos 40, o time da casa não perdeu. Michel Platini deu bom passe para Wisman. De frente para o goleiro Fernandes, o camisa 11 teve muita tranquilidade e não desperdiçou: 1 a 0 Samambaia. O segundo quase veio nos acréscimos. Aos 46, Platini chutou bem, mas para fora. O empate veio no último lance do primeiro tempo. Gleissinho cobrou falta e Sandalo recolocou o Sobradinho na partida.

Foto: Jonas Pereira/Distrito do Esporte

Pênalti garante vitória

Modificado no segundo tempo, o Samambaia teve boa chance em cobrança de falta aos três minutos. Wisman bateu no meio do gol. Na pressão, Wisman teve outra chance após dominar corte da zaga do Sobradinho. O chute, porém, subiu demais. Gleissinho respondeu na sequência em finalização de longe sem direção. Com o jogo pegado, Maguielson distribuiu cartões para os dois times. Na cobrança de uma das faltas, Platini subiu inteiro, mas não cabeceou em cheio.

Replicando o primeiro tempo, a Cobra Cipó se manteve mais tempo no ataque. Porém, faltava efetividade ao time. Sentindo a dificuldade dos times em pressionar o adversário, os dois técnicos acionaram os bancos de reservas. Aos 22, Wisman perdeu grande chance. O camisa 10 recebeu em velocidade, mas finalizou torto. Quando aparecia na frente, o Sobradinho pecava na definição. Com isso, o goleiro Artur estava sendo pouco exigido.

O jogo seguiu em um ritmo bastante moroso. Apesar de chegarem ao ataque, Samambaia e Sobradinho não conseguiam levar grande perigo aos zagueiros adversários. Quando o empate se concretizava, Joãozinho gingou na grande e sofreu pênalti os 41 minutos. Platini bateu com segurança e colocou a Cobra Cipó em vantagem.

Foto: Jonas Pereira/Distrito do Esporte

O que vem por aí?

Após a partida desta quinta-feira (18/8), Samambaia e Sobradinho não irão entrar em campo na próxima rodada da Segudinha do Candangão. O cenário dos dois clubes, porém, é distinto. A Cobra Cipó ganhará os três pontos do W.O. contra o CFZ, chegará aos 11 e colocará pressão para cima de Real Brasília e Botafogo Cristalina. O Leão da Serra vai cumprir a folga obrigatória da competição local e terá de torcer contra os adversários diretos para seguir com chances de classificação.

Fonte: Distrito do Esporte