O governador eleito de Brasília (DF), Ibaneis Rocha, reuniu-se com o presidente Michel Temer, na tarde dessa segunda-feira (29). No encontro, pediu providências para viabilizar medidas para aumentar a arrecadação da capital federal. Uma delas é a revisão do fundo constitucional. Ibaneis quer mais verba para contratar policiais militares com os recursos do fundo.

 

“Aqui temos uma diminuição do fundo constitucional a todo tempo. Porque toda vez que um policial se aposenta, esses recursos saem do fundo. Então eu tenho que contratar um novo policial e os recursos continuam lá. Então a análise que vai ser feita dentro do governo para que os aposentados passem a ser remunerados pelo regime de Previdência do governo federal, liberando os recursos para que a gente possa contratar novos policiais e melhorar a segurança”, disse o governador eleito.

 

Os fundos constitucionais são formados por 1% da arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e têm como objetivo fomentar projetos nas regiões menos desenvolvidas do país.

 

Livre comércio

 

Ibaneis também conversou com Temer sobre a zona de livre comércio que quer instalar em Brasília. O novo governador quer abrir mão de impostos em troca de maior fluxo comercial na região. Sua ideia é aumentar o comércio, sobretudo, com as regiões Norte e Nordeste.

 

“Vai facilitar o comércio no Distrito Federal e nos transformará num hub de distribuição de produtos, principalmente para o Norte e para o Nordeste. Brasília precisa deixar de ser dependente do governo federal e partir para assumir sua característica, que é uma cidade de integração nacional”, disse. Segundo ele, Temer “mandou preparar as medidas necessárias” para encaminhar a pauta ao Congresso Nacional.

 

O governador eleito disse que Temer se mostrou disposto a ajudar nesses últimos meses de governo. “Ele quer ajudar o Distrito Federal. Acho que nesses dois meses já começa um trabalho, que continuará com Jair Bolsonaro”. Ibaneis acrescentou que as medidas que pleiteia não dependem do atual governador, Rodrigo Rollemberg, mas conta com Rollemberg, a quem derrotou nas urnas, se for necessário.

 

“Tenho certeza que o governador Rollemberg quer o bem de Brasília. Eu tenho certeza que qualquer medida que precisar do apoio dele, ele nos apoiará. Ele é um democrata, uma pessoa do bem, que gosta do Distrito Federal”.

 

Fonte: Marcos Machado/ Doplenário – Foto: Valter Campanato/Agência Brasil