Foto: Divulgação/CLDF

Ação reflete a preocupação dos deputados e deputadas distritais com o crescimento da violência contra as mulheres na capital da República

Começou no último dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, uma campanha publicitária da Câmara Legislativa que visa conscientizar a sociedade para participar de debates e ações para desconstruir a cultura do machismo, que está diretamente relacionada à violência contra as mulheres e ao feminicídio. Essa cultura valoriza a masculinidade em detrimento da feminilidade, e muitas vezes isso se reflete em comportamentos abusivos e violentos por parte de homens contra as mulheres.

Segundo o deputado Ricardo Vale (PT), vice-presidente da CLDF, e responsável pela comunicação da Casa, os deputados e deputadas estão extremamente preocupados com o crescimento da violência contra as mulheres na capital da República. Por isso, a decisão de fazer essa campanha institucional.

“A relação entre o machismo e a violência contra as mulheres, incluindo o feminicídio, é muito estreita. Para combater a violência contra as mulheres e o feminicídio, é fundamental enfrentar a cultura do machismo e promover a igualdade de gênero. Isso pode ser feito por meio de políticas públicas que garantam a proteção e os direitos das mulheres, bem como por iniciativas de conscientização e educação sobre o tema”, observa o distrital.

Ricardo Vale destaca que a questão têm sido amplamente debatida na Casa.

“A CLDF quer dar um basta nesse triste momento da nossa história! São muitos casos de agressões e femicídios nos últimos anos. Todos temos que contribuir para exterminar o machismo do seio da nossa sociedade. É importante que homens e mulheres sejam incentivados a refletir sobre seus próprios comportamentos e atitudes, e a agir de forma responsável e respeitosa em relação ao outro gênero. É um assunto muito grave, e por esse motivo, queremos tornar essa campanha permanente e com muita participação da população”, afirmou o deputado.

Fonte: Agência CLDF