Já está em vigor lei distrital de incentivo ao turismo esportivo e religioso

    

Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília

Celebrações da Semana Santa no Morro da Capelinha

Foi sancionada na última terça-feira (16) pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), a lei distrital 7.405/2024, que busca promover o turismo esportivo e religioso no DF. A nova lei, que inclui as duas modalidades na política distrital de turismo, é de autoria do deputado distrital Pepa (PP). 

O parlamentar destaca o potencial do turismo religioso no DF ao elencar os locais que atraem pessoas de todo o país para visitar atrativos católicos e ecumênicos da capital federal, como a Catedral Metropolitana, a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima, o Santuário Dom Bosco, a Catedral Rainha da Paz, a Ermida Dom Bosco, a Mesquita do Centro Islâmico do Brasil, o Templo Shin Budista Terra Pura, o Templo da Boa Vontade, o Morro da Capelinha, a Igrejinha de São Sebastião e o Vale do Amanhecer.

“Aqui há locais e monumentos religiosos, bem como público interessado. Apesar desse cenário, o DF não é nacionalmente reconhecido como uma das principais rotas de turismo religioso, o que pode mudar caso haja mais investimentos, políticas públicas e projetos direcionados ao setor”, afirma Pepa. Em relação ao turismo esportivo, o parlamentar destaca a importância de eventos como o Circuito BSB de Turismo Esportivo, que em 2022 reuniu 4 mil participantes de todo o país. 

A nova lei atualiza a lei 4.883/2012, que dispõe sobre a política de turismo no DF. O objetivo é inserir o turismo esportivo e religioso nas políticas públicas de turismo para atrair mais visitantes para Brasília.

Eder Wen – Agência CLDF