Acostamento da direita será interditado para início dos serviços entre o Km 12,5 e Km 15, no sentido Planaltina – Plano Piloto. Bloqueio começa nesta terça (30)

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) irá interditar o acostamento da faixa direita da BR-020 a partir desta terça-feira (30). Para a manutenção do trânsito, o acostamento da esquerda será integrado às faixas de rolamento. Com isso, os motoristas de veículos leves, de passeio e motocicletas poderão trafegar nas duas pistas, esquerda e direita, enquanto os caminhões e veículos de grande porte devem utilizar apenas a faixa da direita.

“Acreditamos que essa interdição não vai causar retenção no trânsito. Vale ressaltar que os usuários não serão penalizados por trafegarem no acostamento da esquerda, uma vez que estará liberado para que possamos trabalhar na implantação da terceira faixa”

Fábio Cardoso, presidente substituto do DER-DF

A medida ocorre no sentido Planaltina – Plano Piloto para implantação de uma terceira pista. A obra recebe investimento superior a R$ 24,8 milhões e foi autorizada pelo governador Ibaneis Rocha no dia 19 de abril. O desvio abrange cerca de 2,5 km de extensão da rodovia, entre o Km 12,5 e Km 15.

“Acreditamos que essa interdição não vai causar retenção no trânsito. Vale ressaltar que os usuários não serão penalizados por trafegarem no acostamento da esquerda, uma vez que estará liberado para que possamos trabalhar na implantação da terceira faixa”, esclarece o presidente substituto do DER-DF, Fábio Cardoso. “Vamos fazer a terraplanagem da área. À medida em que formos avançando, deslocaremos a área do desvio”, continua.

Sobradinho, Planaltina, Arapoanga, Planaltina de Goiás e Formosa ao Plano Piloto. A construção de uma terceira pista surtirá efeitos positivos na rotina da população, com aumento da fluidez do trânsito e redução de acidentes.

A pavimentação da terceira faixa terá extensão total de 50 km, mas nesta primeira fase serão executados 8,6 km no sentido Sobradinho – Planaltina e 5,7 km no sentido contrário, no trecho entre o Complexo Viário Padre Jonas Vettoraci (Viaduto do Comper) e a DF-230. Com a construção, vão ser gerados cerca de 130 empregos. O Governo do Distrito Federal (GDF) vai investir parte dos recursos e contará com financiamento do Banco do Brasil, totalizando R$ 24,8 milhões nesta etapa da obra.

Fonte: Jornal de Brasília, com informações da Agência Brasília