O Jornal de Sobradinho conversou com Vale, nesta segunda feira 23, sobre as perspectivas de retornar à Câmara Legislativa.

Jornal de Sobradinho: Em 2018 você não conseguiu sua reeleição na câmara legislativa, ficou como 1º suplente, o que te levou a colocar seu nome para disputar essas eleições?

Ricardo Vale: Primeiro devemos destacar que a candidatura não é minha. É de um conjunto de pessoas que entendem a política como um serviço ao conjunto da sociedade. Esse conjunto de pessoas elegeu primeiro o meu irmão Paulo Tadeu para quatro mandatos como Distrital e um como Federal e depois me elegeram como Distrital. Hoje, o Paulo Tadeu continua servindo a sociedade como Conselheiro no Tribunal de Contas do Distrito Federal.
Segundo o que me levou a colocar meu nome a disposição dos eleitores do DF foram os diversos diálogos que fiz com esse mesmo grupo acrescidos de outras pessoas que foram se somando à ideia de nosso retorno à Câmara Legislativa. Centenas de amigos e eleitores, meu partido e em especial o presidente Lula, me pediram que eu tentasse voltar. Todos temos a compreensão de que precisamos retornar à Câmara Legislativa para dar voz novamente aos diversos movimentos e grupos que nosso mandato representou. Essas pessoas todas sabem que carrego comigo a esperança de um país e um DF melhores para todos. Estou muito mais preparado e muito mais convicto de que, ser for eleito, farei um mandato voltado para as trabalhadoras e os trabalhadores das nossas cidades.

Jornal de Sobradinho: O Lula também te pediu para tentar?

Ricardo Vale: Sim, o Lula também. Ele esteve em Brasília no mês de outubro do ano passado e eu tive a felicidade de conversar com ele. Ele me incentivou muito, disse que como homem público, não podemos desistir da política, não podemos deixar de continuar lutando para melhorar as condições de vida das trabalhadoras e dos trabalhadores brasileiros, principalmente dos mais pobres e dos mais vulneráveis. Ali percebi que não seria justo com Lula e com as pessoas que querem um mundo melhor, eu não tentar retornar à Câmara Distrital. Lula me ensinou que toda luta, dedicação e privações valem a pena se for para melhorar a vida das pessoas.

Jornal de Sobradinho: Como transformar essa esperança em ações concretas?

Ricardo Vale: O Brasil e o DF vivem hoje o avanço do desemprego, a carestia em todos os setores da economia, preços astronômicos dos alimentos, dos combustíveis, a volta da pobreza, o descaso na saúde pública, na educação e na segurança. Descaso total com nossa juventude, não vemos sendo implementada nenhuma política pública capaz de dar respostas a essas questões. Transformar minha esperança em ações concretas está diretamente ligada ao resgate e modernização de diversas políticas públicas que transformaram o Brasil e o DF em polos de geração de emprego com abertura recorde de postos de trabalho que transformaram o Brasil e o DF em referência mundial na diminuição da pobreza e no cuidado com as pessoas. Minha esperança é que juntos com Lula poderemos voltar a olhar para o povo com o mesmo cuidado que devemos ter com nós mesmos.

Jornal de Sobradinho: No lançamento da sua pré-candidatura o jornal constatou que passaram por lá em torno de oitocentas pessoas e já sabemos que muitas não puderam comparecer mas apoiam seu retorno para Câmara Legislativa. Você consegue dimensionar quantas eram de Sobradinho?

Ricardo Vale: Impossível. O que posso afirmar é que tinham amigas e amigos de todas as regiões administrativas do DF, com certeza de todas. Para não fugir da pergunta te digo que muitas das pessoas que estiveram no ato foram lá para me conhecer pessoalmente o que foi muito legal. Ainda sobre as pessoas que estiveram conosco no sábado, por ter nascido, estudado, casado e viver em Sobradinho até hoje, tinha um número muito grande de amigos aqui de Sobradinho. Ao ver tantas pessoas no ato do lançamento da pré-candidatura minha esperança e responsabilidade só aumentaram.

Jornal de Sobradinho: Sua equipe de apoio e você já traçaram as principais bandeiras a serem defendidas num possível retorno à Câmara Distrital?

Ricardo Vale: Sim. Já estamos com essa escuta bem avançada. Como te falei temos pessoas conosco de todas as regiões do DF. Essas pessoas já nos passaram uma serie de necessidades de cada localidade. Algumas vão depender da eleição de Lula, como por exemplo a necessidade de aeroporto de cargas no DF, o BRT norte, abertura de campus da UNB em algumas cidades, novas escolas técnicas etc. Outras, como ciclovias e liberação de recursos para escolas públicas, melhorias no PDAF, mais incentivos à cultura e ao esporte, dependem apenas do GDF. Não quero adiantar ainda todas as nossas propostas uma vez que farão parte do nosso material de campanha quando pudermos, conforme a lei eleitoral, divulga-las.

Jornal de Sobradinho: Virão propostas específicas para Sobradinho?

Ricardo Vale: Com certeza. Já fizemos muito por Sobradinho e região, e faremos mais. Existem demandas que são daqui e todas elas serão tratadas com o carinho que tratamos de nossas casas. Afinal, Sobradinho é minha casa. Como dizia o nosso saudoso mestre Sr. Teodoro do Bumba: “Sobradinho é minha e eu sou dela”.