Motociclista foi levado para o Hospital Regional de Sobradinho; 2º sargento relatou que profissional de saúde não falou com a equipe

Chefe da equipe médica informou que a profissional estava em cirurgia, segundo relato

O Corpo de Bombeiros denunciou a equipe médica do Hospital Regional de Sobradinho depois que um paciente transportado pela corporação não foi atendido na unidade de saúde. O caso ocorreu na noite deste sábado (18).

A vítima, um motociclista de 53 anos, ficou ferida após um acidente na BR-020, que corta a região. Após os primeiros socorros, os militares avisaram à Central de Regulação que transportariam a vítima para o hospital.

No local, o 2º sargento, que liderava o grupo, foi até a sala dos plantonistas  e chamou a médica. De acordo com o relato do bombeiro, ela saiu do ambiente sem dizer aonde ia e não teria conversado com a equipe. Enquanto isso, os militares ficaram ao lado do paciente, que esperou por atendimento em um maca por mais de uma hora.

Depois disso, o chefe da equipe médica informou que a profissional estava em cirurgia. Eles tentaram contato com ela, que teria se recusado a falar. Por isso, os bombeiros ligaram novamente para a Central de Regulação, e o médico com quem falaram os orientou a levar o homem para outro hospital e registrar a ocorrência policial.

O caso agora é investigado pela 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) como omissão de socorro. A Secretaria de Saúde foi procurada, mas não se manifestou até a publicação desta reportagem.

Fonte: Jéssica Moura, do R7, em Brasília