domingo, julho 14, 2024
InícioArtigosGDF Mais Perto do Cidadão leva serviços públicos e ações contra a...

GDF Mais Perto do Cidadão leva serviços públicos e ações contra a dengue até Nova Colina

Região de Sobradinho recebeu a 25ª edição do programa e população aproveitou o acesso fácil e gratuito a serviços de saúde, sociais e de lazer

A comunidade de Nova Colina, em Sobradinho, recebeu os serviços do GDF Mais Perto do Cidadão neste fim de semana. Os moradores tiveram acesso à testagem rápida, hidratação intravenosa e informações sobre prevenção e combate à dengue, além de atividades lúdicas, atendimento socioassistencial, emissão de documentos e corte de cabelo.

Durante os dois dias, cerca de cinco mil pessoas passaram pelo evento, de acordo com a administração regional da cidade. A presença ativa da população foi destacada pela secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, durante visita ao evento neste sábado (23). 

Os moradores tiveram acesso à testagem rápida, hidratação intravenosa e informações sobre prevenção e combate à dengue, além de atividades lúdicas, atendimento socioassistencial, emissão de documentos e corte de cabelo

“Hoje é muito importante, principalmente para a gente trazer consciência à população de que a dengue é uma responsabilidade de todos nós e que a gente precisa cuidar das nossas famílias, das nossas casas, pensando no coletivo.

 Então, quando a gente traz esse olhar consciente, responsável, juntando vários serviços públicos num só espaço, a gente traz para a população a presença do Estado naquela cidade, mostrando que nós estamos à disposição, fazendo a nossa parte, mas que a gente espera muito que a população colabore e faça junto”, afirmou a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

A secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, endossou o discurso de Marcela Passamani sobre o combate à dengue. “Nós podemos dizer que está mantendo um estado de normalidade, mas que nós não podemos ficar desatentos em nenhum momento. A vacina ainda é a médio e longo prazo. Ela vai chegar na quantidade que a gente precisa, mas nesse momento peço a todos os pais que têm filhos de 10 a 14 anos que vacinem os seus filhos. Nós temos a vacina disponível para essa faixa etária. Vamos atender a esse chamado. E o outro pedido é que cada um olhe para a sua casa, porque cuidando da casa estamos cuidando do próximo”, explicou.

“Hoje é muito importante, principalmente para a gente trazer consciência à população de que a dengue é uma responsabilidade de todos nós e que a gente precisa cuidar das nossas famílias, das nossas casas, pensando no coletivo”

Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

Órgãos como Na Hora e Procon-DF, da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), além da Polícia Civil (PCDF), Corpo de Bombeiros (CBMDF) e Departamento de Trânsito (Detran-DF) também estiveram à disposição da população. Os atendimentos ocorreram no estacionamento da UBS Nova Colina, localizada no Condomínio Nova Colina II.

Uma das pessoas a comparecer foi a dona de casa Maria Clara dos Santos, 20 anos. Ela veio com o afilhado de poucos meses no colo e aproveitou o atendimento do Cras para se inscrever no programa Prato Cheio, além de buscar outros auxílios do governo. “Fiquei sabendo pelas redes sociais, moro bem aqui do lado. Já consegui resolver o que eu queria, sem a dificuldade de pegar ônibus cheio para me deslocar até um lugar longe. Está bem aqui pertinho, bem mais fácil”, destacou.

Maria Clara dos Santos, 20 anos, se inscreveu no programa Prato Cheio, além de buscar outros auxílios do governo

Outra moradora da Nova Colina, Sonia Gomes da Silva, 62, reforçou os benefícios que o programa traz – tanto para a população quanto para os órgãos públicos. Aposentada na área da saúde, ela ressalta que os atendimentos perto de casa evitam o congestionamento em hospitais, especialmente com numerosos casos de dengue e covid-19. “É uma bênção para nós conseguir esses exames assim de forma fácil. E não precisa ir lá para coisas simples, como ver a glicemia ou pressão. Além do atendimento com dentista também”, pontua.

Sonia também falou da peça teatral do Detran e outras áreas educativas e de lazer, frisando que saiu do evento com diversos panfletos na bolsa sobre auxílios do governo e outras informações para repassar aos vizinhos. “Achei muito interessante. Não sabia que você tinha que descer da bicicleta para passar pela faixa, bom que esclareceu, não só pra mim, mas para as crianças também. Tem muita coisa boa aqui, identidade, processo, os exames, comi pipoca, algodão doce e ainda consultei meu neto”, completa.

Desde seu lançamento, o programa já realizou cerca de 175 mil atendimentos. O administrador de Sobradinho, Gutemberg Tosatte, destaca que o GDF Mais Perto do Cidadão é muito representativo para as cidades, em especial as de maior carência de infraestrutura.

“Trazer a percepção de que o combate à dengue é uma obrigação do Estado e de todos nós é de tamanha relevância, principalmente porque vamos estar com a mão na massa. São 40 caminhões e 10 máquinas fazendo a zeladoria em toda a cidade”, lembrou.

O gestor acrescentou que desde o início do mês a administração regional, em conjunto ao Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e a Novacap, tem trabalhado para erradicar os bolsões de acúmulo de resíduos. “Esse descarte irregular é o que realmente dificulta o combate. Nós já tiramos 60 caminhões trucados de inservíveis de área pública, plantamos cerca de mil mudas nativas do Cerrado e cercamos onde era esse bolsão. O GDF tem feito a sua parte, mas é importante a comunidade entender que só vamos vencer a dengue se tivermos de mão dadas”, observou.

Fonte: Ian Ferraz e Jak Spies, da Agência Brasília , Edição: Igor Silveira, Fotos: Joel Rodrigues e Geovana Albuquerque/Agência Brasília

Emícles Nogueira Nobre Júnior
Emícles Nogueira Nobre Júniorhttp://jornaldesobradinho.com.br
Jornalista Profissional DRT 12050/DF, Blogueiro, Gestor Comercial & Diretor Geral do Jornal de Sobradinho.
RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

error: Conteúdo protegido
WhatsApp chat