Batizada de Descarte Legal, a iniciativa rodará as cidades do Distrito Federal com ações educativas e notificações a quem estiver descumprindo a lei

Entre janeiro e março deste ano, foram recolhidas 400 toneladas de lixo e entulho de descarte irregular no Distrito Federal. Como forma de combater o crime ambiental, o governo lançou, nesta terça-feira (6), o programa Descarte Legal. A iniciativa passará por todas as regiões administrativas levando ações de conscientização aos moradores.

“O Descarte Legal chega junto com a Semana do Meio Ambiente. Os nossos constatadores estarão nas ruas para dar um selo àquelas pessoas que descartam corretamente e encaminhar à DF Legal aqueles que estão descartando de forma irregular”, explica o presidente do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Silvio Vieira.

O presidente do SLU, Silvio Vieira, destaca: “Pedimos que a população faça essa colaboração de denunciar os casos (de descarte irregular) e também de acessar o nosso aplicativo SLU Coleta DF para saber tudo sobre a coleta de lixo”

O descarte irregular de lixo e entulho é crime ambiental. A multa varia de R$ 2 mil a R$ 22 mil. Denúncias devem ser feitas pelo telefone 162. “Pedimos que a população faça essa colaboração de denunciar os casos e também de acessar o nosso aplicativo SLU Coleta DF para saber tudo sobre a coleta de lixo”, diz Vieira.

Só neste ano, mais 11 papa-entulhos foram instalados no DF para coibir o problema. Atualmente, a cidade conta com 22 itens espalhados em regiões como Águas Claras, Asa Sul, Brazlândia, Ceilândia, Gama, Guará, Paranoá, Planaltina, Recanto das Emas, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho, Sobradinho II, Taguatinga e Samambaia. Os endereços podem ser acessados pelo site do SLU.

Fonte: Adriana Izel, da Agência Brasília , Edição: Carolina Lobo, Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília