sábado, junho 22, 2024
InícioComércioCresce a intenção de consumo das famílias brasilienses no mês de setembro

Cresce a intenção de consumo das famílias brasilienses no mês de setembro

A Intenção de Consumo das Famílias brasilienses cresceu em setembro e atingiu 95,6 pontos, contra 93 registrados em agosto deste ano. É o que mostra pesquisa divulgada pela Fecomércio-DF. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve um crescimento de 2,9 pontos. Em setembro do ano passado, a pesquisa havia registrado 92,7 pontos – valores abaixo de 100 indicam um pessimismo por parte da população.

O presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, explica que o segundo semestre do ano é um momento mais oportuno para o consumo das famílias. “Em setembro as pessoas já quitaram suas obrigações e impostos, abrindo um caminho para o consumo”, diz Adelmir. “Também existe uma parcela que já está adiantando os presentes para o Dia das Crianças, para aproveitar um preço mais acessível para a data, que é comemorada no mês de outubro”, completa. O presidente da Fecomércio ressalta ainda que o número, apesar do crescimento, permanece abaixo da zona de otimismo. “Se o mercado de trabalho estivesse mais aquecido, assim como a economia no País, o índice estaria mais alto”, informa.

A pesquisa mostra ainda que 74% dos entrevistados estão mais seguros no emprego. Em comparação com o mesmo período do ano passado, 51,1% das famílias declararam ter uma renda melhor do que a do ano passado e apenas 8% disseram estar pior.  A Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) é um indicador com capacidade de medir, com a maior precisão possível, a avaliação que os consumidores fazem sobre aspectos importantes da condição de vida de sua família, tais como capacidade de consumo (atual e de curto prazo), nível de renda doméstico, segurança no emprego e qualidade de consumo, presente e futuro.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

error: Conteúdo protegido
WhatsApp chat