A Academia de Letras e Belas Artes de Sobradinho ALAS, comemora seu primeiro aniversário, na noite de quarta feira, 30 de novembro de 2022, com a realização de um SARAU, no Sesi de Sobradinho. A festa terá atrações artísticas variadas e de qualidade, mostrando a variedade da produção cultural da Cidade-Arte, assim como a verdadeira diversidade cultural de seus membros.

Edilson Lopes – Diretor financeiro diz:

“Com apenas um ano de existência, a ACADEMIA DE LETRAS E BELAS ARTES DE SOBRADINHO, já diz a que veio. A perseverança, a luta incansável e a certeza de êxito da equipe de criação, acende os holofotes que clareiam o futuro possibilitando visionar as benesses que a entidade proporcionará.

O exercício de criatividade de sua diretoria para oferecer aos artistas, escritores e para todos envolvidos com a arte e a cultura é constante, vislumbrando que assim possa despertar nos poderes público e privado o interesse pelo seu crescimento, o qual trará um imenso benefício social e artístico para Sobradinho, DF e Brasil.

A sabedoria popular prega sempre que tudo feito com amor, seriedade, comprometimento e objetivos claros, tende sempre a dar certo. Os percalços deparados quando se quer construir algo dessa natureza são imensuráveis, mas não destroem o feito ou sua construção, pelo contrário, enaltece.

O ano que ora se completa, foi incansavelmente aproveitado na construção da base da ALAS, para que os próximos venham edificar esta obra grandiosa para preservar, inovar e elevar o conhecimento cultural e a educação em nosso povo.”

A presidente da ALAS, Rosemaria Alves, afirma que a academia chega ao seu primeiro aniversário com o mérito de reunir, em suas cadeiras, representantes dos vários segmentos culturais de Sobradinho, o que possibilita que a instituição se torne um repositório fiel da real diversidade cultural e artística da cidade e Região, ainda, segundo ela conseguiu atravessar o período de campanha política sem comprometer seus princípios institucionais e estatutários.

Para o vice presidente da ALAS, professor Delnilo Ribeiro, da Regional de Ensino de Sobradinho, o nascimento da ALAS se deu também na perspectiva de aproximar a Cultura e a Educação, pois muitos artistas e promotores de cultura são professores ativos ou aposentados. O professor pretende fazer essa ligação por meio de parcerias entre artistas e professores no desenvolvimento de projetos culturais dentro das escolas, considerando os projetos políticos pedagógicos das mesmas. Dentre os projetos destaca:

1.Coral estudantil, 2. Projeto de dança, 3. Concurso de soletração interescolar, 4. Edição de uma coletânea de poesia e desenhos produzidos pelos estudantes, em apoio aos projetos de escrita, leitura e desenho já desenvolvidos pelas escolas, 5. Produção da primeira antologia poética da academia.

Para lograr êxito a diretoria buscará desenvolver parcerias com as entidades comerciais, sociedade civil e secretarias de educação, cultura, trabalho, pois os projetos pensados visam a formação, geração de renda, saúde e bem estar social.

Já a acadêmica Cristiane Cardoso Campos Cunha, autora de um feliz acróstico que define os sonhos e metas da ALAS, define Sobradinho como um polo energético que vibra e estimula seu processo criativo, tornando mágica, de certa forma, sua relação com a cidade.

Cristiane, que é bordadeira, artista plástica, atriz, poetisa e pioneira de Sobradinho, entende que esta relação de encantamento deve contagiar os demais acadêmicos, o que faz da convivência entre eles, momentos muito especiais.

Por José Edmar Gomes