quarta-feira, julho 17, 2024
InícioCidadesUm Mandato Participativo

Um Mandato Participativo

João Cardoso/Avante – Deputado Distrital eleito para a CLDF – Câmara Legislativa do DF – gestão 2019/2022, é representante da região norte do DF e buscará ratificar seu mandato participativo através de um gabinete móvel em vários locais.

 

(*) Júnior Nobre

 

João Alves Cardoso é natural de Sobradinho/DF, filho de candangos. Foi oficial do Exército por seis anos. Trabalhou com transporte escolar antes de ingressar no serviço público. Passou no concurso de Auditor Fiscal de Atividades Urbanas – Meio Ambiente do GDF e posteriormente, formou-se em Geografia pela UEG e abraçou a carreira de magistério, exercendo concomitantemente o cargo de Professor da Secretaria de Educação do DF.

 

Durante sua vida profissional ocupou diversos cargos como o de Administrador da Unidade de Conservação, Gerente de Fiscalização e Diretor Substituto de Licenciamento Ambiental. Foi membro da Junta de Julgamento Administrativo do Distrito Federal da carreira de Auditor Fiscal de Atividades Econômicas, o que o conduziu ao cargo de presidente do TJRA/DF. Em 2007 assumiu o cargo de Subsecretário do Sistema Socioeducativo, tendo como uma das responsabilidades a elaboração do projeto de desativação do CAJE. Foi assessor legislativo e secretário executivo da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Exerceu, também, o cargo de coordenador dos Direitos Humanos no GDF.

 

João Cardoso é cristão e participa do Caminho Neocatecumenal.  Mora em Sobradinho e há vinte e sete anos é casado com a professora Regina Célia, com quem tem oito filhos. Ademais, João Cardoso ficou conhecido como João da BR com o trabalho que exerce na descida do Colorado.

 

Neste ano de eleições, 2018, João Cardoso se candidatou pela segunda vez a Deputado Distrital, sendo eleito com 12.654 votos.

 

JS – COMO O SR. AVALIA O COMPROMISSO E A MISSÃO DE REPRESENTAR NOSSA REGIÃO NORTE DO DF NA CLDF?

 

Por ser filho de Sobradinho, tenho este compromisso com uma imensa satisfação, pois construímos esse mandato sempre focados no objetivo de servir. Sei que não será fácil, porque quem serve dá a vida, mas estou disposto a cumprir essa missão, uma vez que me foi confiada pela população.

 

JS – COMO O SENHOR IRÁ PROCEDER JUNTO AS DEMANDAS DE NOSSA REGIÃO?

 

O grupo João Cardoso tem o objetivo de oferecer um modelo de gestão orientada para resultados, para as Regiões Administrativas: Sobradinho, Sobradinho II e Fercal, a partir da identificação e mapeamento das desordens físicas, públicas e sociais, com o fim de direcionar, de forma transversal, o encaminhamento dessas desordens para os órgãos vinculados a estrutura do Governo do Distrito Federal, dando celeridade à solução dos problemas.

 

JS – O QUE DEVE SER CONSIDERADO NA SUA VISÃO SOBRE A DEMANDA DA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA QUE ASSOLA NOSSOS CONDOMÍNIOS HORIZONTAIS DO DF?

 

Penso que muitos posicionamentos adotados pelo atual governo devem ser revistos, visto que, durante o processo de tentativa de regularização nessa última gestão, em muitos pontos estão sendo motivos de divergências. Como o governador eleito, Ibaneis Rocha, deixou bem claro durante a campanha, acredito que a regularização deve ser efetivada, em que os grandes beneficiados não sejam empresas envolvidas ou o próprio governo, mas sim a população que adquiriu de boa-fé esses imóveis.

 

JS – SOBRE A REVITALIZAÇÃO DA ESTAÇÃO DO RIBEIRÃO EM SOBRADINHO, QUE PROCEDIMENTO PODERÁ SER ADOTADO NA SUA CONCEPÇÃO?

 

Sou Auditor Fiscal da Área do Meio Ambiente há vinte e sete anos e vejo que isso jamais será uma tarefa fácil, tendo em vista que o Ribeirão Sobradinho recebe todo o fluxo de águas pluviais da nossa região. Ademais, com esse fluxo das águas de chuva, vários materiais são carreados para o nosso Ribeirão, como terras, lixos, demais resíduos que infelizmente são lançados nas ruas por parte da nossa própria população.

 

Em primeiro lugar, devemos iniciar um processo de educação ambiental em nossa cidade, seguida de um tratamento eficaz do nosso esgoto pela CAESB. Esses seriam os dois primeiros passos para darmos início ao processo de revitalização do Ribeirão Sobradinho, que inclusive quando era criança, tomava banhos no Horto Florestal, na quadra 17, e também na Geladeira da quadra 01. Bons tempos!

 

JS – O SR. É PROFESSOR, COMO É DESEMPENHAR ESSA ATIVIDADE DIANTE DE TANTAS ADVERSIDADES NOS DIAS ATUAIS?

 

Sou professor há 18 anos da Secretaria de Educação e tenho orgulho de desempenhar uma das funções mais nobres da sociedade. Nunca tive dificuldades relevantes que me permitissem fraquejar no exercício deste ofício. Na verdade, a profissão só não é mais apreciável nos dias de hoje, infelizmente, pelos obstáculos encontrados entre alguns colegas professores em sala de aula com os próprios alunos. Entretanto, penso que muitas dessas dificuldades não são oriundas da educação escolar, mas sim dos jovens que não tem tido uma formação familiar eficiente ou enfrentam problemas particulares.

 

Não tenho dificuldades de lidar com os alunos, pois procuro ser amigo deles e entender o que se passa na vida pessoal, quando me permitem, para ajudá-los no que estiver ao meu alcance. Assim como eu, professor de escola pública, meus oito filhos, que sempre estudaram nas escolas públicas de Sobradinho, nunca tiveram conflitos em sala de aula, pois sempre os ensinei a respeitar os seus formadores.

 

JS – O SR. TAMBÉM É MORADOR DE SOBRADINHO, O QUE MAIS TE INCOMODA E QUE DENTRE SUAS METAS RECEBERÁ UMA ATENÇÃO EM ESPECIAL?

 

O que mais me incomoda é presenciar a ineficiência do poder público nas administrações de Sobradinho I, Sobradinho II e Fercal. Existem problemas simples que podem ser resolvidos apenas com a boa vontade do gestor e isso não tem acontecido. Por isso, irei cobrar veementemente dos futuros administradores a solução de vários problemas na nossa região, sempre procurando dar o suporte a eles.

 

A meta que daremos uma atenção especial é a efetivação da urbanização das nossas RA´s, como por exemplo:  sistema de drenagem pluvial, pavimentação e iluminação da região do Nova Colina, Setor de Mansões, Rabelo, Vila Basevi e Fercal.

 

JS – QUAIS OUTRAS METAS PODEM CONSTAR NO SEU PLANEJAMENTO DISTRITAL?

 

Um dos pontos marcantes da nossa campanha, foi a proposta de termos um gabinete móvel em vários locais da Região Norte, onde a própria população poderá nos demandar as necessidades e propostas de melhorias, fazendo assim um mandato participativo.

 

JS – COMO É SUA RELAÇÃO REPUBLICANA COM O FUTURO GOVERNADOR DO DF IBANEIS ROCHA? SABEMOS QUE, PARA EMPREENDER É PRECISO APOIO. COMO É A SUA RELAÇÃO COM O NOVO GOVERNO E SUA EQUIPE DE ESCOLHIDOS? O SENHOR ACREDITA QUE PODERÁ ENCONTRAR UM PARCEIRO EM SUA LEGISLATURA?

 

Tenho 28 anos como servidor público e sempre trabalhei/ colaborei com os governantes, independentes de partidos. Como parlamentar, pretendo fazer o mesmo. Em relação ao governador eleito, Ibaneis Rocha, nosso partido – Avante – faz parte da base de governo e acredito e desejo que o governador nos apoie para efetivarmos os trabalhos de melhoria da qualidade de vida da nossa Região Norte.

 

JS – QUE MENSAGEM O SENHOR GOSTARIA DE DEIXAR PARA OS SOBRADINHENSES?

 

Esse mandato foi construído sob uma palavra que é a nossa espinha dorsal, e essa palavra é SERVIR. Por isso, me comprometo com toda a população e peço que fiscalizem o mandato e contribuam sempre com sugestões. Agradeço por terem me elegido como representante da nossa amada cidade serrana. Contem comigo! João Cardoso.

 

Por Emicles Nogueira Nobre Júnior (Júnior Nobre) – DRT 12050 /  Jornal de Sobradinho – Fotos: Arquivo Pessoal do Dep. João Cardoso
Emícles Nogueira Nobre Júnior
Emícles Nogueira Nobre Júniorhttp://jornaldesobradinho.com.br
Jornalista Profissional DRT 12050/DF, Blogueiro, Gestor Comercial & Diretor Geral do Jornal de Sobradinho.
RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

error: Conteúdo protegido
WhatsApp chat