Durante todo o mês de junho, os gestores da pasta estarão nas CRE’s ouvindo e buscando soluções para as demandas

O programa Gabinete Itinerante, organizado pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, teve início em Sobradinho nesta segunda-feira, 30. Nele, a secretária, subsecretários e assessores de todos os setores da pasta visitarão as 14 Coordenações Regionais de Ensino (CRE’s). Durante toda a manhã, serão realizadas salas de debates para que as demandas sejam analisadas e esclarecidas.

Primeira parada, a CRE de precisava ser acolhida. “Fizemos uma reunião, notamos a necessidade deste acolhimento das CREs e diretores. Então, por sorteio as datas foram escolhidas “, explicou a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá.

O objetivo é levar os subsecretários para dentro das regionais de ensino, local onde eles poderão trabalhar em soluções para as questões levantadas junto com os respectivos coordenadores de cada região. “Estamos aqui para ouvir e dar assistência. Garantindo e avançando na qualidade do ensino para nossos alunos. Nossos secretários e assessores estão recebendo as demandas das mais diversas áreas, tais como planejamento, formação educacional, profissional, entre outras“, completou Hélvia.

A coordenadora da Regional de Ensino de Sobradinho, Márcia da Costa, pontua que a experiência traz aos gestores proximidade para vivenciar a realidade das escolas. “Ter os gestores perto da gente nos garante mais segurança para trabalharmos. É a primeira vez que vejo a Secretaria realizar um trabalho como este. Excelente iniciativa“, avaliou a CRE.

Subsecretários e assessores de todos os setores da pasta visitarão as 14 CRE’s | Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

Márcia ainda ressalta que esta ação se torna ainda mais importante diante do momento vivido de retorno das aulas presenciais, em que o medo e angústia muitas vezes têm sido sentidos pelos professores e estudantes.

A diretora do CEF 1 de Sobradinho, Neyme Claudia Borges, avalia o momento como único. “Conseguimos, com esta ação, observar o alinhamento da Secretaria. Nos sentimos mais próximos e acolhidos pelos subsecretários“, observou Neyme. “Vimos, agora, que pensamos e trabalhamos com o mesmo foco, primando pela qualidade do ensino e das escolas“, completou.

Por Redação Jornal de Brasília