Localizada em Sobradinho, loja é a primeira a ser fechada pela prática ilegal desde a publicação de decreto

Foram apreendidos 53 frascos de 60 gramas e 144 de 500 gramas no estabelecimento

O Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF), órgão da Secretaria de Justiça, interditou nesta sexta-feira (20) o primeiro estabelecimento na capital pela venda abusiva de produtos no combate à Covid-19. Localizada na Quadra 8 de Sobradinho, a loja vendia produto sem procedência e com preço elevado.

O órgão constatou que o álcool gel era comercializado sem procedência, sem nota fiscal e com CNPJ inexistente exibido na embalagem. O local foi interditado e multado.A Polícia Civil, por sua vez, instaurou inquérito por crime contra a saúde pública. Foram apreendidos 53 frascos de 60 gramas e 144 de 500 gramas.

A operação envolveu o Procon-DF, a Vigilância Sanitária e a Polícia Civil do DF.Preço abusivo

O Decreto 40.520/2020, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) de 14 de março, considera prática econômica abusiva a elevação arbitrária de preços, sem justa causa, dos insumos e serviços relacionados ao enfrentamento da Covid-19.

Fonte: Ian Ferraz – Foto: Procon/DF – Divulgação