Agenda cultural da temporada está repleta de alternativas para quem busca lazer com sombra, água fresca e ar-condicionado

Com os termômetros nas alturas e grande probabilidade de pancadas de chuva, a melhor pedida para o fim de semana no Distrito Federal é algum programa que envolva o frescor do ar-condicionado. E a agenda cultural do quadradinho está recheada de opções. Tem cinema, festa em museu, música, feira de artesanato, teatro… Há muitas opções para quem quer diversão longe do sol e da chuva.

A Noche Iberoamericana de Museos é atração no Museu de Arte de Brasília (MAB), no sábado , Foto: Divulgação/Daniel Ruiz

Confira aqui algumas atrações com incentivo do Governo do Distrito Federal (GDF), que além de dar apoio financeiro, cede alguns equipamentos públicos para a realização de eventos.

Música

O Teatro Plínio Marcos, no Eixo Cultural Ibero-Americano, abre as portas para o Encontro de Orquestras e Coros, um evento em comemoração ao Dia Mundial da Filosofia. Será no sábado (18), às 19h, com entrada gratuita.

No espetáculo, as orquestras Filarmônica Ipearte (Pará), Filarmônica Juvenil Nova Acrópole (Brasília), Metropolitana (Brasília) e Alberto Nepomuceno (Brasília), juntamente com os coros Câmara de Brasília, Criança para o Bem e Ipearte, vão apresentar um repertório que abarca obras de Handel, Mozart, Vivaldi e até carimbó.

Após a apresentação musical, haverá palestra com o professor de filosofia Luis Carlos Marques Fonseca, que vai ensinar sobre os princípios da chamada “filosofia em ação”.

Festa

‌O Museu de Arte de Brasília (MAB) será palco da Noche Iberoamericana de Museos, festa que reúne drinks, comidinhas e a chance única de visitar o espaço cultural em um horário alternativo. No som, a programação terá house music com os DJs Kosmos & Damien e a participação especial de Vivi Seixas (RJ).

O evento, uma iniciativa inédita da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec), está marcado para este sábado (18), das 16h20 à meia-noite. A entrada é gratuita, mediante retirada de cortesias pelo Sympla.

Cinema

Neste fim de semana, o Cine Brasília (106/107 Sul) vai receber um evento que une cultura, cinema e reflexão. É a mostra-debate Cinemas Negros, parceria entre a Secec e a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC), em comemoração ao mês da Consciência Negra.

A animação ‘Trolls 3 – Juntos Novamente’ estará em cartaz no Cine Brasília , Foto: Divulgação

Até domingo (19), sempre às 16h30, o cine recebe mesas de debate abordando temas como políticas afirmativas, metodologias afrocentradas e o impacto das políticas públicas afirmativas para o audiovisual. E, às 20h, a mostra exibe filmes de pessoas contempladas em editais da política afirmativa da SAv/MinC.

Os longa-metragens exibidos incluem Marte Um, de Gabriel Martins; Um Dia com Jerusa, de Viviane Ferreira; e Cabeça de Nêgo, de Déo Cardoso. Além desses, a mostra traz os seguintes curtas: A Boneca e o Silêncio, de Carol Rodrigues; Cinzas, de Larissa Fulana de Tal; Preto no Branco, de Valter Rege; e UrSortudo, de Janú Ário Jr. Toda a programação é gratuita e aberta ao público.

A estreia do Cine Brasília neste final de semana será a animação Trolls 3 – Juntos Novamente, exibida sempre às 10h. Até domingo, as sessões das 15h15 e das 17h30 serão reservadas para o Festival de Cinema Italiano. Confira os filmes que serão exibidos na mostra

‌Os ingressos para as sessões regulares custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e podem ser adquiridos na bilheteria do cinema ou neste site.  

‌Feira

Salão do Artesanato apresenta peças elaboradas por artistas locais , Foto: Ana Carolina/Setur

Artesãos de todo o Brasil estão reunidos no 16º Salão do Artesanato, até domingo, no Brasília Shopping. O evento, organizado em parceria com a Secretaria de Turismo do DF (Setur), combina comércio, entretenimento e capacitação. Serão expostas 80 mil peças ao todo, em um mix que vai desde acessórios e utensílios até esculturas e móveis.

Uma área dedicada aos mestres artesãos permite que o público testemunhe o processo criativo de cada artista. Nesta edição, estão em destaque a tecelagem, o trançado de fibras, o artesanato em barro, a madeira, a renda renascença, a arte santeira e a cartonagem.

‌Nesta sexta e sábado, a feira vai das 10h às 22h. No domingo, das 10h às 20h. A entrada é franca, e a programação completa do evento pode ser conferida no site do Salão do Artesanato

Teatro

‘Medeia Negra’ é uma das atrações do Festival Dulcina , Foto: Divulgação

O Festival Dulcina está de volta, agora na terceira edição, com uma programação diversificada para profissionais, estudantes e amantes do teatro. O encontro, organizado no Espaço Cultural Renato Russo (508 Sul), celebra a trajetória revolucionária da atriz Dulcina de Moraes e seu impacto no teatro brasileiro e na economia criativa.

Nesta sexta, o festival vai apresentar as peças Medeia Negra (19h) e Cabeça Oca (20h). As classificações indicativas são de 12 e 14 anos, respectivamente.

Já no sábado, a programação terá os espetáculos Há uma Festa sem Começo que não tem Fim (18h) e Senhora P (20h), ambas indicadas para público acima dos 16 anos.

O encontro se encerra no domingo com as peças O Arquipélago (18h) e Há uma Festa sem Começo que não Tem Fim (19h), as duas com classificação indicativa de 16 anos.

Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), e podem ser comprados pelo site Bilheteria Digital ou no próprio Espaço Cultural Renato Russo, com duas ‘horas de antecedência. Todos os espetáculos terão intérprete em Libras.

Fonte: Carolina Caraballo, da Agência Brasília , Edição: Chico Neto