Equipe analisou o uso de EPIs, o fluxo de trabalho e o plano de contingência da unidade

A fiscalização do Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal (Coren-DF) esteve no Hospital Regional de Sobradinho (HRS) para investigar denúncias de falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e para verificar as condições de trabalho da categoria. Com o avanço da pandemia, a unidade já se prepara para receber ocorrências de pacientes da cidade com sintomas do coronavírus.

Na chegada ao HRS, a equipe de fiscalização do Coren-DF encontrou dificuldades para ter acesso às instalações da unidade e, somente após comunicar que acionaria a polícia, a entrada foi liberada pelos seguranças. “Isso não pode acontecer, não precisamos aguardar para entrar. O efeito surpresa é importante para a fiscalização surtir efeito, principalmente, quando existe a intenção de esconder alguma irregularidade. Nesse tipo de situação, nós podemos chamar a polícia para garantir a nossa entrada. Neste caso, não foi necessário. Mas não vamos hesitar”, assegura Dr. Marcos Wesley. 

Presidente do Coren-DF, Dr. Marcos Wesey acompanhou a equipe de fiscalização na visita à unidade e conversou com os profissionais que estão na linha de frente. “Fiscalizamos o uso de EPIs, o fluxo de trabalho e o plano de contingência. Todas as informações que solicitamos foram prestadas. Vamos analisar os dados e, se necessário, tomar as providências necessárias para resguardar a segurança da Enfermagem”, disse.

O Coren é responsável por orientar, normatizar e fiscalizar o exercício profissional da Enfermagem no Distrito Federal. Se você souber de alguma irregularidade que afete profissionais da categoria em algum serviço de saúde, denuncie por meio do FALE CONOSCO. Nossa equipe está a postos para apurar.

Fonte: Ascom Coren-DF