A mostra, intitulada “Toninho de Souza: um alquimista da cor” foi inaugurada dia (22/11), e prossegue em cartaz até o dia 3 de fevereiro de 2023, no Foyer do Plenário

Cerca de 25 anos após surpreender o circuito artístico brasiliense inaugurando, quase ao mesmo tempo, dez exposições em diferentes locais, que traçavam um panorama de sua trajetória, Toninho de Souza abriu uma mostra de caráter retrospectivo na Câmara Legislativa do Distrito Federal, dia (22). Não que ele tenha parado de produzir desde então. Ao contrário, criador prolífico, conhecido por desenvolver uma linguagem artística própria, continuou a deixar sua marca em telas, murais, esculturas e objetos escultóricos, tonéis, tapumes, guarda-chuvas e sombrinhas, outdoors e até paradas de ônibus.

Acompanhando o desenrolar de sua pintura, ao longo de décadas, até chegar aos recentes processos digitais – em meio a uma pesquisa voltada para a sua vivência no cerrado brasileiro –, “inquieto”, talvez, seja um adjetivo possível para caracterizá-lo. Toninho de Souza experimentou técnicas diversas, suas exposições nacionais e internacionais têm várias formatações (incluindo instalações e intervenções urbanas, por exemplo), ganhou diversos prêmios, seus trabalhos integram coleções no Brasil e no exterior…, uma atividade que não registra interrupções.

Com vernissage na exposição, o público terá a oportunidade de entrar em contato com obras representativas de várias fases do artista, nas quais, entre o figurativo e abstrato, se destacam animais e frutas naquilo que Toninho de Souza denominou “melantucanarismo” – como uma síntese de sua produção, iniciada nos anos 1960.

A mostra, intitulada “Toninho de Souza: um alquimista da cor” prossegue em cartaz até o dia 3 de fevereiro de 2023, no Foyer do Plenário da CLDF, e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h. A entrada é franca.
 

Exposição “Toninho de Souza: um alquimista da cor”
 

Foyer do Plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal
Abertura: 22 de novembro de 2022,
Visitação: até 3 de fevereiro de 2023
Horário: 9 às 19h, de segunda a sexta-feira
Classificação indicativa: livre para todos os públicos
Entrada Franca

Fonte: Marco Túlio Alencar – Agência CLDF – Foto: Rinaldo Morelli/CLDF