As instituições de ensino superior no Brasil registraram 4 milhões de novas matrículas em cursos de graduação. Desses estudantes, 2,5 milhões – o equivalente a dois terços (63%) – aprendem na modalidade a distância (EAD).

Para o Profº Márcio Portilho, esse fenômeno é resultado de uma oferta maior de cursos EAD e mensalidades cada vez mais acessíveis. Hoje, realizar uma graduação ou uma pós-graduação está cada vez mais barato. O aluno tem a opção de estudar no conforto de sua casa e com mensalidades podem chegar a R$ 109,00, a depender do curso escolhido.

O mercado de universidades privadas se expandiu nos últimos anos. Para cada vaga ofertada na rede pública, há outras 26 no ensino superior particular. No Centro Universitário UniFAEL, há mais de 300 cursos de graduação e pós-graduação com diversas bolsas de estudos tornado possível a tão sonhada graduação.

Com o crescimento da oferta de vagas em cursos de graduação EAD, hoje 4 em cada 10 estudantes brasileiros do ensino superior aprendem nesta modalidade. Em 2016, apenas 2 a cada 10 graduandos estudavam a distância.

Para muitos jovens, a graduação ainda é apenas um sonho!

Realizar uma graduação no Brasil, ainda é privilégio de poucos. Apenas um quinto dos jovens de 18 a 24 anos estão cursando faculdade. Segundo o IBGE, a maioria dos jovens dessa idade (42%) concluiu o ensino médio, mas não seguiu os estudos. Os que não frequentam a universidade nem concluíram o ensino médio são 19%.

Acredita-se que com a expansão ainda maior de cursos na modalidade EAD esse quadro melhore e com isso, mais pessoas possam iniciar uma graduação e ascender socialmente através da qualificação universitária.

Em um mercado sempre em expansão, novos cursos estão surgindo, e a modalidade EAD desponta como preferência dos profissionais que já atuam no mercado e desejam melhorar sua renda e/ou crescer profissionalmente.

Na contramão desse crescimento, o número de trancamentos nas universidades públicas quase dobrou devido ao forte impacto decorrente da pandemia. Entre 2019 e 2020: os trancamentos passaram de 186 mil para 345 mil, o número de alunos que interromperam os estudos. Espera-se que boa parte desses alunos migrem para a modalidade EAD.

Estudar na modalidade EAD, pode ser o trampolim que as pessoas precisam para ingressar no mercado de trabalho cada vez mais competitivo e ávido por profissionais qualificados. Para o empresário Rogério Bruno, há oferta de vagas de trabalho, o que falta é qualificação.

Serviço:

Centro Universitário UNIFAEL
61 30510101
61 981359999 (Whatsapp)
End: Quadra 6 Ed. Lions, Sub-Solo – Sobradinho-DF (ao lado do NA HORA)

Acesse o meu blog: https://marcioportilho.blogspot.com/2022/11/2-cada-3-alunos-matriculados-na.html
Fonte: https://piaui.folha.uol.com.br/faculdade-de-longe-e-sem-financiamento/
¹ Montagem a partir de imagens coletadas no site da revista piaui.folha.uol.com.br e seus autores Eduardo Chaves, Luigi Mazza e Renata Buono