Concorrência está marcada para o dia 31 de março, a partir das 9h

Samambaia reúne a maior oferta de terrenos deste edital. São 47 ao todo. Há oportunidades que atendem do pequeno ao grande investidor, com áreas de 100 m² e entrada inicial de R$ 7,5 mil, até projeções de 3,1 mil m² e entrada a partir de R$ 137,6 mil

Quem perdeu a licitação pública de imóveis realizada pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) no início deste mês pode aproveitar nova oportunidade ainda em março. A estatal publicou novo edital, desta vez, com 98 terrenos à disposição para venda e concessão mensal. A concorrência está marcada para o dia 31 de março, a partir das 9h.

O edital, com valores e metragens dos imóveis, está disponível no site da Terracap. Podem participar do processo licitatório pessoas físicas ou jurídicas. Os interessados devem ficar atentos ao prazo da caução: 30 de março. As condições de pagamento são 5% de entrada e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido. Há, ainda, três imóveis disponíveis para concessão mensal.

Edital da Terracap permite a participação de pessoas físicas ou jurídicas no processo licitatório | Foto: Divulgação/Terracap

Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação será transmitida ao vivo pelo canal da agência no YouTube.

O valor da caução deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador, até o dia 30 de março

São oferecidos terrenos em 11 regiões administrativas: Plano Piloto, Ceilândia, Gama, Guará, Jardim Botânico, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Riacho Fundo II, Samambaia, Sobradinho e Taguatinga.

Samambaia reúne a maior oferta de terrenos deste edital. São 47 ao todo. Há oportunidades que atendem do pequeno ao grande investidor, com áreas de 100 m² e entrada inicial de R$ 7,5 mil, até projeções de 3,1 mil m² e entrada a partir de R$ 137,6 mil.

No Guará, área sempre concorrida nas licitações, há sete terrenos. Três deles têm destinação residencial, sendo facultada a implantação de atividades econômicas. Os imóveis ficam nas QEs 52 e 54, e têm metragem a partir de 135 m², com entradas iniciais de R$ 11,5 mil. Também na região há oportunidades com 900 m² e entradas de R$ 66 mil, que permitem a implantação dos mais diversos segmentos produtivos, desde comércio e prestação de serviços, indústria até a utilização institucional.

O Setor Noroeste, por sua vez, tem projeções que atendem à demanda de incorporadoras. São cinco itens, parte deles para habitações coletivas, com a obrigatoriedade de utilizar o térreo para a oferta de comércio e da prestação de serviços. Os terrenos têm metragem de 740 m² a 2,3 mil m², com entradas a partir de R$ 376 mil e até 180 meses para pagar.

Como participar da licitação?

Alguns cuidados são necessários para participar da licitação:

→ Leia atentamente o edital disponível no site da Terracap;

→ Escolha o imóvel;

→ Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap;

→ Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote (a depender do lote escolhido), que funciona como exigência para habilitação na licitação;

→ Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-thru disposto no estacionamento, no dia 31 de março, entre 9h e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.

→ É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

O valor da caução deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador, até o dia 30 de março. A não apresentação da procuração implica desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente (31).

Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site da Terracap, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

*Fonte: Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger, com informações da Terracap