Brasília registrou 867 acidentes no último ano; BR-020 é considerada a via mais perigosa da capital

DF registra quatro vezes mais acidentes que a média nacional
O Distrito Federal registrou, em 2018, 867 acidentes nas rodovias federais que cortam a capital do país. Do total de ocorrências, 690 tiveram vítimas e 44 delas perderam a vida, segundo um levantamento da Confederação Nacional de Transporte (CNT).

 

Em média, ocorreram 333 acidentes com vítimas a cada 100km de rodovia. O número é quatro vezes maior do que o registrado nacionalmente. Em nível nacional, a média é de 82 ocorrências.

 

Na capital, segundo a CNT, a rodovia mais perigosa é a BR-020, com 232 registros de acidente no ano passado. No trecho, 15 pessoas perderam a vida. A estrada começa em Brasília e liga a capital a Sobradinho e Planaltina. Passa ainda por Goiás, Bahia e Piauí até chegar ao Ceará.

 

Os atropelamentos aparecem em segundo lugar no ranking das causas mais frequentes de ocorrências. Foram 13 casos em 2019. Só perdem para as colisões, que resultaram em 19 fatalidades.

O custo anual estimado das ocorrências em rodovias federais no Distrito Federal chegou a R$ 112,30 milhões em 2018. Do total, R$ 33,4 milhões foram para casos com mortes; R$ 73,7 milhões com vítimas; e R$ 5,1 milhões quando não houve vítimas.

 

Fonte Destak/Brasilia – Foto: CBMDF/Divulgação