O presidente da CLDF, Wellington Luiz, da Comissão de Educação, Saúde e Cultura, Gabriel Magno e o deputado distrital, João Cardoso, acompanharam diretores do Sinpro/DF em reunião (24/04) com secretários da Casa Civil, Gustavo Rocha, Ney Ferraz e executivo da Secretaria de Educação, Isaías Aparecido. Na mesa, a reestruturação da Carreira de Magistério.

Deputados e sindicalistas pediram negociação com governo para que uma greve da categoria seja evitada. “Precisamos abrir um canal para debater urgentemente”, declarou o deputado, Wellington Luiz.

O secretário da Casa Civil colocou os 66 dias de afastamento do governador Ibaneis Rocha entre as dificuldades para que a proposta de recomposição salarial seja apresentada antes da assembleia dos professores, marcada para próxima quarta-feira (26/04). O que é possível fazer, nós faremos. Não criaremos nenhuma expectativa, pois não queremos nenhum tipo de frustração”, declarou. “Estamos entrando na questão agora e precisamos fazer um estudo da situação, do impacto financeiro, para saber a viabilidade, antes de apresentar qualquer proposta”, concluiu.

Ficou marcado novo encontro, entre as partes, para dia 03 de maio, às 10:00.