Principais propostas e desafios que o próximo governador do Distrito Federal terá de enfrentar para solucionar estes entraves

Berçário de problemas e fraudes, o transporte público é responsável pela locomoção de mais de 1 milhão de passageiros por dia no Distrito Federal. Com frota de ônibus desgastada e metrô que não atende todas as regiões, a pauta virou promessa dos candidatos que disputam o segundo turno: Ibaneis Rocha (MDB) e Rodrigo Rollemberg (PSB).

Tentando chegar ao Buriti, Ibaneis pretende criar uma Agência de Mobilidade para promover uma integração de todo sistema de interligações (Vias, metrô, ônibus e outros). O emedebista fala em ampliar a frota e o número de linhas. Já com o intuito de se manter no Executivo, Rollemberg promete criar e reformar terminais. Focado no sistema do BRT, o atual governador prometeu levar o modelo para a região Norte da cidade (Planaltina e Sobradinho) e para a região de Ceilândia e Setor “O” através da faixa exclusiva da EPTG.

Promessa que enche os olhos dos eleitores, Rollemberg fala em criar o BRT Brasília-Luziânia e implementar o Trem Brasília-Goiânia. Porém, ambas promessas dependem de uma parceria com o governo do Estado de Goiás, o que poderia inviabilizar o processo. Além disso, atualmente o sistema de transporte do Entorno é gerido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e as criações teriam que passar por aprovação da autarquia federal.

Tentando atingir determinadas classes do eleitorado, Rollemberg comprometeu-se a avaliar a adoção de medidas para beneficiar os motoristas de aplicativos, como Uber e 99. Entre as propostas, estão a diminuição do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e descontos na compra de automóveis. Outro pedido a ser analisado é a liberação da faixa exclusiva para uso dos prestadores de serviço.

Na mesma linha eleitoreira, Ibaneis Rocha reforçou seus compromissos com os motoristas de aplicativos em seu plano de governo. Entre as promessas, o emedebista fala em criar uma linha de crédito especial no BRB para os motoristas financiarem novos carros.

Metrô
Dependente de financiamento do governo federal, a ampliação do metrô é promessa dos dois políticos. Rollemberg promete criar novas estações e reforça o discurso que conseguiu recursos mesmo durante o período de crise, o socialista fala nas duas novas estações da Asa Sul, de Águas Clara e de Samambaia. Ibaneis reforça o discurso e promete modernizar o sistema de energia, sinalização e controle.

 

Fonte: Wesley Oliveira/Destak – Foto: Arquivo Destak