A dengue é uma doença febril causada por um vírus que pode provocar sintomas como febre alta, dor de cabeça e/ou no corpo, manchas vermelhas na pele, náusea e, em alguns casos, dor no abdome, sonolência ou sangramentos.

Esta virose é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, assim como a zika e chikungunya, e embora seja causada por um tipo diferente de vírus, os sintomas provocados pelo vírus da dengue podem ser facilmente confundidos com estas doenças. Saiba as diferenças entre dengue, zika e chikungunya.

Em caso de suspeita de dengue, é recomendado consultar um infectologista ou clínico geral. Na maioria dos casos, o tratamento envolve apenas medicamentos como analgésicos e antitérmicos, além de repouso e hidratação, para aliviar os sintomas.

Principais sintomas:

  • Febre alta,acima de 39ºC;
  • Dor de cabeça e/ou atrás dos olhos;
  • Indisposição;
  • Dor no corpo e/ou articulações;
  • Manchas vermelhas na pele;
  • Perda do apetite, náusea e/ou vômitos;
  • Diarreia.

A febre normalmente é o primeiro sintoma de dengue e tem uma duração que varia de 2 a 7 dias. Geralmente, está associada a outros sintomas, como dor de cabeça, diarreia e náusea, que também são comuns na fase inicial da dengue. 

Entre o 3º e 7º dia de doença, a maioria das pessoas com dengue começa a notar melhora da febre e outros sintomas. No entanto, neste período a dengue pode evoluir para uma fase de maior risco de gravidade em alguns casos, conhecida como fase crítica.

Na fase crítica, a pessoa pode apresentar sintomas, como dor no abdome, vômitos persistentes ou sonolência, que indicam um maior risco de evolução para dengue hemorrágica, sendo recomendado procurar uma emergência para avaliação caso surjam. Veja os sintomas de dengue clássica e hemorrágica.

Sintomas de dengue hemorrágica:

A dengue hemorrágica pode causar sintomas como sangramentos intensos, pressão baixa, falta de ar, dor no peito, confusão mental ou crise convulsiva, que são mais frequentes na fase crítica da dengue e podem colocar a vida da pessoa em risco. Entenda melhor o que é a dengue hemorrágica e os sintomas.

Como confirmar o diagnóstico:

O diagnóstico de dengue normalmente é feito pelo infectologista ou clínico geral baseado nos sintomas e resultados de exames de sangue, como o hemograma ou testes para identificar o vírus da dengue. Em alguns casos o médico também pode indicar outros exames, como a dosagem de TGO, TGP, ureia ou creatinina no sangue e a radiografia do tórax, para avaliar a gravidade da dengue.

O que causa a dengue

A dengue é causada por um vírus que é transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti. Existem 5 tipos diferentes de vírus da dengue, que são conhecidos como DENV-1, DENV-2, DENV-3, DENV-4 e DENV-5. Saiba mais detalhes dos tipos de vírus da dengue.

Como acontece a transmissão

A principal forma de transmissão do vírus da dengue é pela picada do mosquito Aedes aegypti após ter sido contaminado pelo vírus ao se alimentar do sangue de uma pessoa doente. 

Embora seja mais raro, a dengue também pode ser transmitida da mãe para o bebê durante a gravidez ou no momento do parto, caso a mãe esteja doente, e por meio de transfusões de sangue, transplante de órgãos ou acidentes com agulhas contaminadas. Entenda melhor como acontece a transmissão da dengue.

Como é feito o tratamento

Na maioria das vezes, o tratamento da dengue é feito com o uso de medicamentos antitérmicos, analgésicos e/ou antieméticos para aliviar os sintomas e medidas como repouso e beber bastantes líquidos. Assim, o corpo tende a eliminar o vírus naturalmente.

No entanto, especialmente nos casos mais graves, o tratamento pode necessitar ser feito com a pessoa internada no hospital, podendo envolver a injeção de soro diretamente na veia e/ou transfusões de sangue ou plaquetas, por exemplo. Confira mais detalhes do tratamento para dengue.

Tratamento caseiro para dengue

Para o tratamento caseiro da dengue é recomendado manter uma alimentação adequada, preferindo alimentos leves e de fácil digestão, além de evitar esforços físicos e beber bastantes líquidos para evitar a desidratação. 

Além disso, alguns remédios caseiros, como o chá de camomila ou de hortelã também podem ser indicados para complementar o tratamento orientado pelo médico, porque possuem propriedades que podem ajudar a aliviar os sintomas da dengue. Saiba como aliviar os sintomas da dengue em casa.

Como é a recuperação

Na maioria dos casos, a recuperação da dengue demora em torno de uma semana após o início dos sintomas. Depois que a febre desaparece, o que normalmente acontece entre o 3º e 7º dia de dengue, os sintomas tendem a melhorar gradualmente. Confira quanto tempo dura a dengue.

Prevenção da dengue

Para prevenir a dengue são recomendadas medidas como:

  • Usar repelentes nas partes do corpo mais expostas, como braços e pernas;
  • Colocar telas nas janelas e portas, para evitar a entrada do mosquito em casa;
  • Evitar deixar portas e/ou janelas abertas no início ou final do dia, que é o período em que o mosquito está mais ativo;
  • Usar mosquiteiros na cama para dormir, para se proteger da picada do mosquito;
  • Preferir roupas com mangas longas e calças, para cobrir as partes mais expostas do corpo.

No entanto, a melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito, o que pode ser feito por meio da eliminação de focos de água parada, como em vasos de plantas, baldes, pneus e garrafas plásticas, em que o mosquito pode se reproduzir.

Quando tomar a vacina de dengue?

A vacina da dengue é recomendada para pessoas dos 4 aos 60 anos de idade e também pode ajudar a prevenir a dengue. No entanto, atualmente esta vacina não está disponível gratuitamente pelo SUS, sendo encontrada apenas em clínicas privadas. Saiba como e onde tomar a vacina da dengue.

Fonte: Tua Saúde