Estádio Augustinho Lima

Inaugurado em 30 de abril de 1978, o equipamento esportivo foi inicialmente batizado de Estádio Olímpico de Sobradinho. Porém, o nome foi trocado em homenagem ao jornalista Augustinho Pires de Lima, o primeiro repórter da cidade a ganhar espaço na mídia de Brasília, que faleceu em 1976 em um acidente automobilístico na entrada de Sobradinho. Alguns veículos de comunicação costumam creditar a arena como Agostinho Lima. Já o Jornal de Sobradinho utiliza a mesma grafia do nome do profissional.

É de propriedade da Administração Regional de Sobradinho e sua capacidade máxima, segundo o Cadastro Nacional de Estádios da CBF, é para 10.000 espectadores.

O estádio passou a ter esse nome em homenagem ao jornalista Augustinho Pires de Lima, que faleceu em 25 de setembro de 1976, aos 23 anos, vítima de acidente automobilístico (seu carro entrou debaixo de um caminhão na estrada de Sobradinho, às 6 horas e trinta minutos daquele dia).

 

Fotos: Divulgação