Marchadores Caio Bonfim e Viviane Lyra escolhidos pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) como os melhores atletas de 2023

Caio Bonfim e Viviane Lyra em prova de revezamento da marcha atlética. Ambos eleitos os melhores do ano pela CBAt

(Foto: Wagner Carmo/CBAt)

A elite do atletismo brasileiro se reuniu nesse domingo (24) em São Paulo para celebrar os melhores nomes da modalidade em 2023. Os craques da marcha atlética Caio Bonfim e Viviane Lyra levaram os principais prêmios da noite, reconhecidos como os melhores atletas do ano passado. Renan Gallina e Vanessa Sena foram escolhidos como as revelações do ano.

Caio Bonfim teve uma ótima temporada em 2023. No Campeonato Mundial, ele levou a medalha de bronze na marcha atlética de 20km, além do título geral do circuito mundial. Caio ainda levou duas medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Santiago – prata nos 20km e bronze no revezamento misto com Viviane Lyra. E a marchadora ganhou como o a melhor do ano no feminino. Viviane Lyra ficou em quarto lugar na marcha de 35km e em oitavo nos 20km no Mundial de atletismo de 2023, conseguindo o índice olímpico da prova.

Na categoria Treinador Destaque, houve um empate. Gianetti Sena, mãe e treinadora de Caio Bonfim, e Darci Ferreira, treinador dos velocistas Felipe Bardi e Erick Cardoso, que em 2023 se tornaram os primeiros brasileiros a correr os 100m rasos em menos de 10 segundos.

Revelações

A premiação também reconheceu as duas maiores revelações do ano. No masculino, o escolhido foi Renan Gallina, que foi um dos destaques do Brasil nos Jogos Pan-Americanos. Ele ganhou duas medalhas de ouro na mesma noite. O paranaense foi campeão dos 200m rasos e do revezamento 4x100m. Ele ainda ganhou o título dos 200m no Pan-Americano Sub-20 e dos 100m no Sul-Americano da categoria. Já no feminino, a revelação do ano foi Vanessa Sena. Em 2022, ela ganhou o ouro no Sul-Americano Sub-20 salto e revezamento 4×100 e prata no Pan-Americano da categoria no salto em distância.

Votações populares

O público ajudou a escolher três prêmios da noite. Foram dois nomes escolhidos como “Atleta da Galera”. No masculino, o medalhista olímpico Alison dos Santos, quinto colocado no Mundial do ano passado, venceu a votação. Já entre as mulheres, a mais votada pela torcida foi a fundista Aline Prudêncio de Freitas, que correu a Meia-maratona no Mundial de Corridas de Rua em 2023.

Na categoria Imagem do Ano, a fotografia “Milésimos de segundo” de Wagner Carmo foi a mais votada. A foto registrou uma passagem de bastão entre Felipe Bardi e Erick Cardoso no revezamento 4x100m rasos no Mundial de Budapeste.

Erick Cardoso e Felipe Bardi em troca de bastão durante revezamento no Mundial de atletismo
(Foto: Wagner Carmo/CBAt)

Melhores clubes

Dois clubes foram premiados pela performance de seus atletas em 2023 nas principais competições nacionais. O Esporte Clube Pinheiros é o Clube de Alto Rendimento do Ano. O Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP) é o Clube Formador. O Pinheiros totalizou 558 pontos, sendo 458 no Troféu Brasil (onde conquistou o seu oitavo título) e 100 no Brasileiro Sub-23. Já o Centro Olímpico somou 355,8 pontos juntando os Campeonatos Brasileiros Sub-20, Sub-18 e Sub-16.

Fonte: Gabriel Gentile – Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e viciado em esp- Publicado originalmente no olimpiadatododia.com.br