Lideranças, militantes e simpatizantes do Partido dos Trabalhadores (PT) estiveram reunidos nessa terça-feira (6), no plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), para celebrar os 44 anos da legenda, fundada em 10 de fevereiro. A sessão solene foi uma iniciativa do Vice-Presidente da Casa, o Deputado Ricardo Vale, em conjunto com os distritais do PT da Assembleia Legislativa.

Os desafios a serem superados para que o partido volte a governar o DF foram elencados por Ricardo Vale. “Precisamos fazer uma oposição firme, inteligente e trabalhar pela melhoria da qualidade de vida do nosso povo. Para isso, temos que: ajudar o Presidente Lula a governar este país; fazer oposição ao Governo do DF entendendo que a opção que está sendo construída contra o nosso campo é a extrema direita, que está se organizando; e, por último, temos que unificar o PT”, defendeu. Para o parlamentar, é possível divergir internamente, mas a busca pela unidade do partido deve ser prioridade, disse admitindo que essa é a sua principal missão atualmente.

A sessão comemorativa foi presidida pelo Deputado Distrital Chico Vigilante, líder da bancada na Assembleia Legislativa, que destacou alguns momentos icônicos ao longo das mais de quatro décadas. O distrital lembrou que em 1989, se dependesse dos votos de Brasília, Lula teria sido eleito presidente do Brasil naquele ano. Ainda compondo a mesa da solenidade estavam o Deputado Distrital Gabriel Magno, a Deputada Federal Erika Kokay, o Presidente do PT-DF Jacy Afonso de Melo, a Secretária Nacional da Juventude Nádia Garcia, a Secretária das Mulheres Andressa Xavier e a Presidente da Zonal de Samambaia Iolanda Rocha.

Jacy Afonso aproveitou o momento para convocar os filiados a participarem ativamente do processo eleitoral. “Estamos num momento interessante e é preciso que estejamos unidos no partido. Precisamos organizar a militância, porque temos a responsabilidade de ganhar as eleições de 2026. Nós vamos derrotar o governo Ibaneis e seus aliados e vamos reeleger o presidente Lula”, proclamou. No DF, a missão é replicar a principal diretriz nacional do partido, a busca pela construção de alianças em prol de força política.

Também participaram da sessão solene o Deputado Distrital pelo PSOL, Max Maciel, que já foi filiado ao partido; as ex-deputadas distritais Arlete Sampaio e Lúcia Carvalho; os ex-deputados Antonio Cafu e Geraldo Magela; a sindicalista Rosilene Correia; Leandro Grass, presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN); e o chefe de gabinete do Ministro Paulo Teixeira, Érik Moura. Após a cerimônia, 84 moções de louvor foram entregues a figuras com histórica relevância para o PT no Distrito Federal.

Comunicação Ricardo Vale (PT)