Campanha propõe conscientizar população
quanto aos cuidados com a mente.

Rosimere Nacfur
Ciclo de palestras acontece na Administração Regional de Sobradinho,
entre os dias 25 e 29, com foco na saúde emocional. Temas como estresse,
 depressão e outros abordados de maneira simples, a fim de levar esclarecimentos
 sobre os males causados por descuidos com a mente. 

De acordo com uma das organizadoras, Rosimere Nacfur, a desinformação
 e o preconceito continuam sendo os maiores adversários dos profissionais
 que trabalham as questões da mente. “As pessoas costumam associar os tratamentos
 com ideias falsas sobre loucura”, explica. “Quando alguém corta um dedo,
 por exemplo, não tem problema em procurar um pronto socorro, mas quando
 a situação envolve traumas, ansiedades ou quadro depressivo, fica receoso
 de ser taxado como louco”. Segundo a psicóloga, a Campanha Janeiro Branco
 visa justamente melhorar a compreensão a respeito dos perigos de não buscar
 ajuda. “Hoje a intenção é promover meios que evitem que a doença se instale,
 e, se a pessoa for acometida, tenha informações suficientes para ajudá-la a
 entender o que está acontecendo e a procurar um profissional”. Ela termina
 dizendo que é preciso perceber o cérebro como órgão e que precisa de cuidados. 

A Organização Mundial de Saúde alerta para o crescimento de 18% dos casos
 de depressão e projeta que, em cada 10 indivíduos, um terá que lidar com
 algum tipo de distúrbio mental. 

Para o administrador de Sobradinho, Eufrasio Pereira da Silva, a sociedade
 deve empregar esforços no combate. “Estamos falando de uma realidade triste.
 Cada vez mais, percebemos esse tipo de adoecimento, que destrói muita gente
 e também muitas famílias”, pontua. “Eu ti ajudo, tu me ajudas , nós nos  
ajudamos”.  Ele convida a comunidade a acompanhar as palestras, que serão
 transmitidas pelas redes sociais.
 
Também estão previstas oficinas de artesanato e exposições, visto 
que essas práticas são consideradas importantes no contexto da saúde mental.