SEMESTRE INTENSO COM MARATONA DE DEMANDAS E INCURSÕES JUNTO AO GDF

Desde o dia 16 de março o deputado João Cardoso e todo o seu gabinete seguem focados em ações de combate ao novo coronavírus tais como a destinação de 500 mil reais em emenda parlamentar a várias sugestões e projetos para ajudar o DF na guerra sanitária contra o Covid-19.

“De maio para cá Nosso Gabinete expediu mais de 107 ofícios, sendo mais de 80% destes, relativos à sugestão e pedido de adoção de medidas pelo GDF para enfretamento ao Coronavírus que podem ser conferidos no nosso site: joaocardoso.com.br. Sendo alguns como nossa sugestão de utilizar o Estádio Mané Garrincha para instalação de hospital de campanha, dentre outros, sendo acatados e respondidos de pronto pelo comitê gestor da crise”, pontua Cardoso.

500 MIL REAIS DESTINADOS EM EMENDA PARA À SAÚDE

Ainda no rol das ações do parlamentar no combate ao surto do novo Covid-19, o deputado João Cardoso destinou emenda no valor de R$ 500 mil para aquisição de insumos e material médico hospitalar. A emenda foi aprovada ontem no Plenário da CLDF e somada às emendas dos demais parlamentares compõe o pacote de 18 milhões que a CLDF irá destinar para o combate e prevenção ao coronavírus no DF. “Fico muito feliz em fazer parte dessa legislatura onde acima de qualquer ideologia política em momentos como esse conseguimos unir forças com o objetivo maior de salvar vidas”, comenta o distrital.

APORTE FEITO PARA CONSTRUÇÃO DO VIADUTO COMPER DIA-A-DIA

Segue caminhando o projeto de construção do novo viaduto de acesso a Sobradinho na altura do Comper Dia-a-Dia. Obra que o deputado João Cardoso vem pleiteando junto ao GDF com o apoio da comunidade de Sobradinho desde o início de seu mandato com abaixo assinado contendo mais de 6 mil assinaturas e para a qual já destinou emendas parlamentares. Com o novo acesso o trânsito vai fluir ainda mais com a construção de um novo viaduto no acesso à cidade pela BR-020, próximo à quadra 2, em uma das entradas da região administrativa. Com aporte de R$ 34 milhões, previsão é que as obras comecem em setembro.

AGORA É LEI JÁ REGULAMENTADA PELO SLU!

A nova Lei 6615/2020, de autoria do deputado João Cardoso, assegura aos condomínios horizontais do DF o direito à coleta de resíduos sólidos realizada pelo Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal (SLU) no interior de suas dependências.

O autor da proposta, depois de ouvir os síndicos de vários condomínios e o presidente do SLU, Edson Duarte, resolveu protocolar o projeto, cujo objetivo é assegurar tratamento isonômico para os moradores dos condomínios horizontais do Distrito Federal, que pagam IPTU e TLP justamente para serem atendidos adequadamente no que diz respeito aos serviços públicos que são prestados à população, nesse caso específico a coleta de resíduos sólidos, que embora tendo o direito não são contemplados como deveria.

 “Fico muito feliz por esta conquista que certamente impactará de forma positiva no dia-a-dia dos moradores dos mais de mil condomínios do DF”, defende o autor da proposta.

DIÁLOGO COM A POPULAÇÃO SEGUIU, DE FORMA VIRTUAL COM MAIS SEGURANÇA E MAIS ALCANCE

Quem acompanha o parlamentar pelas redes sociais pôde conferir a maratona de lives e reuniões públicas interativas promovidas pelo deputado João Cardoso no esforço para prosseguir em debate com a população. Entre maio e junho foram sete eventos ao vivo abertos a toda a população com público e participação bem maior que os abertos ao público promovidos pela CLDF. “Até nas sessões plenárias remotas que logo no início da pandemia passamos fazer observamos a maior participação e acompanhamento da população. Não que iremos abolir os eventos presenciais mas a participação virtual da população na CLDF após a pandemia deverá se manter maior”, avalia João Cardoso.

Regulamentação do Homescholling no DF

Entre os temas mais recentes debatidos pelo parlamentar em suas reuniões públicas interativas está o PL 356/2019, que regulamenta a educação domiciliar no DF. O evento serviu para apresentar as famílias que já praticam o a educação domiciliar no DF, as quais o deputado visa assegurar o direito à assistência e acompanhamento pela SEDF com a apresentação do projeto. Na ocasião o parlamentar aproveitou para esclarecer as várias dúvidas que tem surgido em relação ao assunto na comunidade escolar.

“A nossa proposta foi apresentada ainda em 2019 com o objetivo específico de assegurar direitos a um grupo que já pratica o homescholling no DF. Quem conferir tanto o texto do nosso PL quanto o do Executivo recentemente apresentado e ao qual apensaremos o nosso para tramitação conjunta, verá que existem uma série de normas técnicas”, defende o parlamentar, que prossegue: “Caso o projeto seja aprovado na prática não impactará em nada a comunidade escolar da forma como ela se apresenta hoje pois se calcula que apenas 1% das família estaria elegível para a prática”.

Cercamento de condomínios verticais

Outro tema da mais recente live do parlamentar e que prova que o deputado não tem medo de pautar para si assuntos polêmicos que se arrastam por anos no DF é a questão da regulamentação do cercamento dos condomínios verticais do DF. Conforme conta, os síndicos recorrem a esta medida por falta de segurança e dizem que, sem as grades, haveria um esvaziamento de vários prédios residenciais do DF.

Como há, por outro lado, a exigência de estudos técnicos e a necessidade de que a regularização deste cercamento seja feita de forma específica para cada região do DF, Cardoso tem participado de reuniões diversas com a Seduh e o DF Legal para discutir o assunto.

Fonte: Ana Helena/CLDF