Proposta da governadora em exercício Celina Leão atende à demanda do parlamentar de implementação de políticas públicas públicas contra o machismo e pela valorização da mulher

Por Redação

Na sessão ordinária desta terça-feira, 08, o deputado Ricardo Vale, vice-presidente da CLDF, elogiou a criação da força-tarefa criada pela governadora em exercício, Celina Leão e se colocou à disposição para representar a Câmara nas ações voltadas à prevenção do feminicídio, Vale afirmou que “sem a participação dos homens não se combate a violência contra a mulher.”

Em 2017, foi aprovada lei de sua autoria que obriga a promoção de ações de valorização das mulheres e combate ao machismo nas escolas públicas do Distrito Federal. Embora a lei esteja em vigor desde 2017, na prática não é aplicada dentro das escolas.

Posse e domínio

Na maioria dos casos de violência doméstica praticados contra mulheres, este é o sentimento que predomina como motivação.

A participação dos homens no debate é fundamental, porque quando eles passam a entender os males causados pela violência contra a mulher, consequentemente, passam a conscientizar outros homens. É preciso compreender que não se trata de uma luta das mulheres contra eles, mas sim contra a violência. Essa é uma luta de todos.

Assessoria de Comunicação