A bicicleta elétrica da 3T foca no mountain bike e entrega autonomia longa com apenas 12 quilos para todo o conjunto

Bicicleta elétrica Ultra Boost (Imagem: divulgação/3T)
Bicicleta elétrica Ultra Boost (Imagem: divulgação/3T)

Uma empresa italiana chamada 3T mostrou sua versão de bicicleta elétrica focada para terrenos nada planos: a Ultra Boost. Essa bike é para quem quer fazer trilha ou descer escada sem colocar a magrela no ombro, enquanto pesa apenas 12 quilos e tem bateria suficiente para sair de São Paulo e ir até Santos, depois voltar ainda com carga.

O que você precisa saber:

  • A bicicleta elétrica Ultra Boost da empresa italiana 3T tem seu foco em terrenos acidentados da cidade ou mesmo uma trilha
  • Ela utiliza motor elétrico para dar auxílio na pedalada e assim alivia o esforço na perna de quem pedala
  • A bateria não deixa o quadro muito volumoso e promete até 150 quilômetros de autonomia com apenas uma carga
  • Tudo isso deixa a bicicleta leve ao ter apenas 12 quilos, mantendo o visual tradicional de mountain bike

A gente sempre comenta sobre bicicletas elétricas chegando ao mercado internacional, geralmente focando o uso na última milha. Isso significa ir de carro ou transporte público até certo ponto, depois seguindo de lá para o destino no pedal. Existem algumas feitas para o trajeto inteiro, outras para carga e poucas para o mountain bike.

É neste último exemplo que a 3T criou a Ultra Boost, encontrada pelo pessoal do InsideEvs, uma bike elétrica com pneus grossos, capazes de gerar bastante atrito e que conta com um conjunto desenhado para ir até a terra, ou mesmo continuar confortável em pisos irregulares.

PUBLICIDADE

Bicicleta elétrica Ultra Boost (Imagem: divulgação/3T)
Bicicleta elétrica Ultra Boost (Imagem: divulgação/3T)

O motor da Ultra Boost funciona dando força extra no pedal e ele tem torque de algo próximo dos 5 kgfm. Pode parecer pouco, mas a proposta aqui é dar uma pedalada com menos esforço até em subidas. A bateria para mover todo o conjunto tem 350 Wh de capacidade e ela promete até 150 quilômetros de autonomia com uma só carga.

Eu comentei que é possível percorrer duas vezes os 60 quilômetros que separam as cidade de Santos e São Paulo, mas saiba que subir a serra no meio das duas vai drenar muito mais da bateria e o alcance dela acaba sendo reduzido drasticamente.

Autonomia da bicicleta elétrica pode crescer

Mesmo com uma bateria para longas distâncias, ela foi criada com um aspecto mais fino e assim torna o visual da bicicleta mais próximo de uma bike convencional, deixando apenas uma parte do quadro mais grosso, mas nem tão espaçoso assim.

Bicicleta elétrica Ultra Boost (Imagem: divulgação/3T)
Bicicleta elétrica Ultra Boost (Imagem: divulgação/3T)

Uma bateria maior pode ser adicionada e a autonomia aumenta, mas o peso aqui alcança os 12 quilos e o quadro feito de carbono ajuda na hora de reduzir o esforço necessário para levar a bike no ombro.

Como tudo quando o assunto é material bom e leve, o preço da Ultra Boost não é amigável mesmo para padrões da Europa. Lá, onde é comercializada, ela parte de 6 mil euros, ou cerca de R$ 32,5 mil.

Fonte: André Fogaça -olhardigital.com.br – é jornalista formado pela FIAM FAAM, com mais de 12 anos de experiência e conhecimento acumulado em mais de 500 reviews de celulares e tablets. Já passou pelo Canaltech e Tecnoblog.