Arbitral realizado na manhã desta sexta-feira no Lago Sul definiu as regras e formatos da Segundinha de 2022

Ocorreu na manhã desta quarta-feira (08/06) no restaurante Fausto & Manoel do Pontão do Lago do Sul, o arbitral dos clubes participantes da Segunda Divisão do Campeonato Candango de 2022. Os times envolvidos na disputa da divisão de acesso do futebol do Distrito Federal decidiram o formato, as datas e as regras da competição em conjunto

Onze clubes se fizeram presentes, dos 14 que confirmaram participação. Apenas CFZ, Cruzeiro e Aruc não mandaram representantes. O Botafogo chegou atrasado.

“Queremos parabenizar todas as equipes. Nunca tivemos 14 equipes disputando a segunda divisão. Isso é importante para o futebol de Brasília. Que seja uma competição bem organizada e disputada dentro de campo”, disse Vasconcelos.

Pelo sorteio, Sobradinho, Samambaia e Real Brasília, times rebaixados no Candangão passado, ficarão na mesma chave B. Já o grupo A terá Ceilandense, Cruzeiro e Planaltina. Os 2 melhores de cada grupo vão às semifinais e a final será em jogo único.

1ª rodada
Grupo A
Sesp/Samambaense x Cruzeiro-DF
Grêmio Valparaíso x Ceilandense
Aruc x Bolamense

Grupo B
CFZ x Sobradinho
Botafogo-DF x Legião
Grêmio Brazlândia x Samambaia

Folgam: Real Brasília e Planaltina-DF

Formato da competição terá 10 datas

A sugestão da FFDF foi de início ou no dia 27, ou no dia 30 de julho. Por unanimidade, dia 30 começará a competição. A entidade propôs duas chaves de 7, com disputas na chave de todos contra todos.

Dois de cada chave se classificariam para as semifinais, 1º do A contra 2º do B e 2º do A diante do 1º do B. Já o Legião sugeriu que ao invés de 2 de cada grupo, classificassem 4 de cada chave. Por 6 votos a 5, com a miverna do Planaltina, decidiu-se por 2 classificados em cada chave com semifinais na sequência, proposta da FFDF.

A entidade adicionou duas rodadas no meio de semana – 3 e 5º -, as demais aos sábados e domingos. A última rodada da primeira fase ficou para 28 de agosto e a grande final para 17 de setembro. Os clubes aprovaram. O torneio terá 10 datas e os finalistas estarão garantidos no Candangão 2023.

Chaves da Segundinha do Candangão

No sorteio, os três times que foram rebaixados e disputam a competição ficaram no grupo B. Desses, apenas dois terão chance de retornar à elite. Sorte para Ceilandense e demais times do Grupo A, azar para Brazlândia, Legião, Botafogo-DF e CFZ.

Grupo A: Ceilandense; SESP Samambaense; Grêmio Valparaíso; Bolamense; Cruzeiro-DF; Aruc; Planaltina-DF.

Grupo B: Brazlândia; Legião; Sobradinho; Botafogo-DF; Real Brasília; Samambaia; CFZ.

Sorteio das chaves da Segundinha de 2022

FFDF alerta para questão dos estádios e segurança

O presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal Daniel Vasconcelos salientou a necessidade dos clubes, 14 ao todo, organizarem em relação aos estádios que sediarão as partidas da competição. Daniel disse que a necessidade de laudos será pujante. Apenas o Defelê e o Abadião possuem permissões atualizadas.

“Todos estão cientes das dificuldades que vamos ter com estádio. Então, é um alerta. Temos dois meses para a data de início da competição. Começar a correr atrás. Os laudos, todos sabem que é uma dificuldade muito grande. Acredito que só o Defelê e o Abadião tem. O Serejão ainda não conseguiu”, ressaltou.

A entidade ficará responsável por solicitar policiamento para as partidas. Segurança privada será de obrigatoriedade dos clubes mandantes, que ficam responsáveis por quaisquer incidentes.

Daniel Vasconcelos presidente da FFDF no arbitral da Segundinha

Taxas de arbitragem e ambulância garantidas. Transmissão em discussão

Taxas de arbitragem e ambulância da Segundinha serão custeados pela própria FFDF. As transferências de jogadores vem trazendo dificuldades, segundo Daniel Vasconcelos. Em suas palavras, a entidade não está mais conseguindo que as transferências sejam gratuitas e, especialmente do Rio de Janeiro, está havendo dificuldades: “não consegue essas transferências. Já é um custo de transferência que cada um vai ter, então já coloque no seu planejamento”, ponderou.

Acerca das transmissões, a Eleven Sports fará todos os jogos e ainda existem negociações acerca da Câmara Distrital: “Vamos ver se conseguimos recursos para custear a TV aberta. Se conseguirmos, vamos custear na TV Distrital. A Eleven já é certeza que conseguiremos”. A reunião dos clubes decidiu que a bola do campeonato será a Topper, mesma usada na primeira divisão.

Por Bruno Henrique de Moura/distritodoesporte.com, Fotos: Lucas Bolzan/ ASCOM FFDF