Secretaria da Família e Juventude ouve jovens para formulação do Plano Distrital da Juventude (PDJ)

O Centro de Ensino Médio 01 de Sobradinho recebeu nessa sexta-feira (25), a audiência pública que definirá as políticas públicas, no PDJ, para a juventude nos próximos dez anos.

Em parceria com as Coordenações Regionais de Ensino por meio da Secretaria de Educação, a Secretaria da Família e Juventude (SEFJ) iniciou uma série de reuniões com jovens de diversos setores em julho deste ano. O cronograma agora abrange toda a rede pública de ensino, com o trabalho focado com os alunos do ensino médio.

Na percepção do secretário Rodrigo Delmasso, levar o debate para as salas de aula reforça a participação ativa dos jovens na formulação do PDJ, de forma a ampliar a voz deles na indicação de propostas feitas por eles mesmos e que correspondem diretamente à sua realidade. “Não dá para formular políticas públicas sem ouvir realmente quem será impactado. Esse Governo tem o compromisso de ouvir e atender toda a população nas suas diferentes necessidades. Nós temos a missão de servir a família e a juventude do DF e é nisto que estamos empenhando recursos”, destacou

Cerca de 210 estudantes participaram das audiências onde puderam apresentar suas propostas.

As audiências nas escolas teve início nessa semana no Centro de Ensino Médio do Gama, passando por Samambaia, Incra e Ceilândia. Agora, foi a vez dos estudantes de Sobradinho apresentarem suas propostas ao Plano Distrital da Juventude.

De forma dinâmica e participativa, os jovens apontam suas sugestões acerca dos 11 eixos temáticos apresentados durante a audiência. É uma oportunidade de expressarem as demandas e desafios que enfrentam.

Os pontos discutidos incluem os temas sobre: Cidadania, participação social e política e representação juvenil, Educação, Profissionalização, trabalho e renda, Garantia da igualdade, Saúde da juventude, Cultura, Comunicação e liberdade de expressão, Desporto e lazer, Território e mobilidade, Sustentabilidade e meio ambiente, Segurança pública e acesso à Justiça.

A experiência das audiências, inédita para a maioria dos participantes, reforça a voz ativa dos jovens sobre a realidade e os desafios que enfrentam.

Taesha dos Santos, 16 anos, destacou a importância da discussão para expressar as demandas da comunidade escolar.” Foi uma experiência maravilhosa [participar da audiência], nós pudemos apresentar os pontos negativos e as soluções que abrange toda a comunidade escolar. Foi um momento onde os alunos puderam ter o seu momento de fala”, afirmou.

Quem não puder participar presencialmente, poderá indicar as suas propostas participando da Consulta Pública online pelo link: https://bit.ly/3O2RNsK

O que é o PDJ

O Plano Distrital da Juventude – PDJ consistirá em ser o instrumento de planejamento, gestão, integração, e consolidação dos direitos da juventude do Distrito Federal, dispostos no Estatuto da Juventude do Distrito federal, instituído pela Lei Distrital nº 6.951, de 20 de setembro de 2021, para ser executado pelos órgãos da administração pública direta, indireta, autárquica e fundacional do Distrito federal que atendam esta população com vigência decenal. A Secretaria da Família e Juventude iniciou o cronograma de audiências em julho com reuniões com a juventude partidária, alunos dos Centros de Juventude, representantes religiosos e de movimentos sociais.