Luminárias convencionais estão sendo substituídas por equipamentos de LED, mais econômicos e eficientes

A comunidade da Vila Basevi, em Sobradinho II, comemora: desde quinta-feira (10), equipes da CEB Ipes trabalham na a substituição de 138 luminárias convencionais amarelas por modelos de LED. A nova iluminação pública, que faz parte do programa Luz que Protege, vai levar mais qualidade de vida aos três mil moradores da Vila.

O morador Waldemar da Silva gostou da novidade: “Agradeço demais à CEB, porque agora, na hora de entrar e sair de casa, vamos perceber alguém se aproximar” | Foto: Gilberto Alves/CEB Ipes

“Eu ainda não vi uma lâmpada de LED instalada em poste, mas imagino que seja muito boa, bem clara e potente”, disse Waldemar da Silva, 65 anos, morador da Vila Basevi há quatro décadas. “Agradeço demais à CEB, porque agora, na hora de entrar e sair de casa, vamos perceber alguém se aproximar”. O administrador de Sobradinho II, Osmar Felício, endossa: “Certamente o LED trará muitos benefícios para a população, que poderá circular com mais segurança pela Vila”.

Segurança

A segurança da população é o principal objetivo do programa Luz que Protege, desenvolvido pela CEB. “Com base em informações fornecidas pela Secretaria de Segurança Pública [SSP], elaboramos e executamos projetos em locais sensíveis ao maior índice de criminalidade, levando cidadania por meio da iluminação pública de qualidade”, declarou o presidente da CEB, Edison Garcia.

Os recursos para a execução do projeto, cerca de R$ 98 mil, são provenientes da Contribuição de Iluminação Pública (CIP), empenhados por emenda legislativa proposta pelo deputado Rafael Prudente, presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF).

*Fonte: AGÊNCIA BRASÍLIA, Edição: CHICO NETO, com informações da CEB Ipes