sexta-feira, julho 12, 2024
InícioArtigosPCDF prende na Bahia acusado de homicídio na região da Vila Basevi

PCDF prende na Bahia acusado de homicídio na região da Vila Basevi

PCDF prende na Bahia acusado de homicídio na região da Vila Basevi

Nesse último fim de semana de 2022, a equipe da 35ª DP (Sobradinho II) concluiu, com sucesso, mais uma investigação de crime contra a vida, ocorrido na região da Vila Basevi, que culminou na morte da vítima esfaqueada. O acusado do homicídio foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva, no Estado da Bahia, pois estava foragido desde a data do assassinato. A ação contou com o apoio da polícia daquele estado, sendo o homem preso e recambiado ao Distrito Federal no sábado (31).

Segundo as apurações, o criminoso cometeu o crime em razão de uma discussão e por motivo fútil. A vítima ainda tentou fugir do agressor, porém, ao subir em um telhado, caiu, quando foi surpreendida e golpeada no peito por uma facada, levando-a à morte.

Na delegacia, testemunhas disseram que o autor do crime teria sido visto correndo atrás da vítima, com a faca em punho e, em seguida, teria utilizado uma carretinha, puxada por uma bicicleta, para transportar e ocultar o corpo da vítima em lugar ermo, nas proximidades do local do crime.

O local do homicídio foi periciado pela equipe de peritos do Instituto de Criminalística da PCDF, que encontrou grande quantidade de sangue por toda a parte. “Até o momento, apesar dos esforços policiais, o corpo da vítima segue em local desconhecido, já que o infrator não revela seu paradeiro”, conta o delegado-chefe da 35ª DP, Laércio Carvalho. 

Desse modo, em prosseguimento às diligências, a equipe solicita a ajuda da comunidade para que, em caso de alguma informação sobre o local em que o corpo foi abandonado, seja tão logo informado/denunciado à PCDF, que conta com canais on-line de denúncia, 24 horas, e ainda o Disque-Denúncia (197). Denuncie. Ajude a polícia a elucidar crimes. Sigilo absoluto da informação ou denúncia.

“O criminoso irá responder por homicídio qualificado pelo motivo fútil e pela ocultação do cadáver, podendo pegar até mais de 30 anos de reclusão”, finaliza Carvalho.

Fonte: PCDF/Assessoria de Comunicação/DGPC

Emícles Nogueira Nobre Júnior
Emícles Nogueira Nobre Júniorhttp://jornaldesobradinho.com.br
Jornalista Profissional DRT 12050/DF, Blogueiro, Gestor Comercial & Diretor Geral do Jornal de Sobradinho.
RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

error: Conteúdo protegido
WhatsApp chat