PCDF prende cantores de rap por tráfico de drogas

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 35ªDP, prendeu dois cantores de rap – um maior e outro menor de idade – envolvidos na comercialização de drogas e venda ilegal de medicamentos.

A dupla, que era monitorada, fazia uso de redes sociais e também das letras de suas músicas para a apologia ao comércio ilícito e o uso de drogas.

Durante a ação, os agentes localizaram, com um dos indivíduos, 360 comprimidos de codeína destinados à venda. Essa droga, associada a refrigerantes e balas, forma um xarope entorpecente chamado “Purple Drank”, ou bebida roxa. O Purple Drank, consumido por muitos rappers, foi a causa da morte de um famoso rapper americano.

Os agentes ainda apreenderam uma grande quantidade de maconha conhecida como Skank – de alto valor econômico – além de dois celulares, balança de precisão e um caderno com anotações sobre o tráfico.

Os envolvidos, que ostentavam altos valores em dinheiro nas redes sociais, confessaram a prática do crime.

Assessoria de Comunicação/DGPC