O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou a reportagem que estuda maneiras para restringir a vacinação de pessoas que não moram no Distrito Federal. A alta procura por vacinas contra a covid-19 no Distrito Federal por moradores de outros locais nos últimos dias preocupa o GDF. De acordo com a equipe do governador, há risco de que faltem imunizantes diante do acréscimo da demanda

“Estamos estudando pedir comprovante de residência em nome do vacinado”, disse o governador. Integrantes da equipe do emedebista, no entanto, reconhecem que pode haver dificuldades legais para criar restrições, o que também está em análise.  A outra saída, então, seria pedir ao ministério um acréscimo de doses.

Segundo o GDF, há possibilidade de que falte vacina hoje nos 17 postos de drive-thru em funcionamento para atender profissionais da saúde e idosos. Uma fonte do governo estimou que, ontem, 40% dos vacinados no Gama, por exemplo, eram de outros estados. Os registros foram principalmente de moradores do Entorno de Goiás e de Minas Gerais.

A campanha de imunização contra a covid-19 por meio de drive-thru, ontem, registrou movimeto intenso no Estádio Mané Garrincha e outras localidades, como Águas Claras. Após o recebimento de 45,8 mil doses de imunizantes, o governo do Distrito Federal decidiu ampliar o público prioritário de idosos com mais de 67 anos, além de profissionais da saúde da rede particular.

Fonte: Alexandre de Paula/CB-Poder/Correio Braziliense-Foto: Minervino Júnior/CB/D.A PRESS