Entrevista Exclusiva com o Novo Comandante da PM de Sobradinho – Ten Coronel Genilson

Tenente Coronel do Quadro de Oficiais Policiais Militares Combatentes da PMDF, Nasceu em Sobradinho em 16 de janeiro de 1972; morador de Planaltina há 48 anos, estudante de escola pública; atuou em categorias de base do futebol de Sobradinho (Estrela, Brasília-B, Internacional/Colorado), atuou como jogador amador e profissional na equipe do Planaltina Esporte Clube; em 1991 ingressou na Policia Militar como soldado até 1994. Foi aprovado no vestibular da UNB em 1995 e ingressou no Curso de Formação de Oficiais da Corporação.  Há 29 anos na PMDF, já serviu nas Unidades da Papuda, São Sebastião, Paranoá, Congresso Nacional, Comando Metropolitano, Casa Militar, Centro de Inteligência, Escritório de Gerenciamento de Grandes Eventos do SubComando Geral, 14° Batalhão em Planaltina onde atuou por 4 (quatro) anos como Comandante. Possui várias condecorações entre elas Medalha do Mérito Brasília, Mérito Alvorada, Mérito Buriti, Mérito Dom Pedro II, Mérito Amigos da Escola é, também Cidadão Benemérito de Brasília, honraria concedida pela Câmara Legislativa do Distrito Federal. O Tenente Coronel Genilson é Mestre em Ciência Política pela UNIEURO, especialista em Docência Superior, Especialista em Polícia Comunitária, Especialista em Inteligência de Segurança Pública, Especialista em Gestão Estratégica de Segurança Pública e Professor de Futebol – CREF-DF 011785/P-DF.

Ten Coronel Genilson é casado com Patricia Malheiros, pai de Luis Eduardo, Maria Luisa e Miguel. Católico e Flamenguista.

JS – Como o senhor recebeu a notícia de que assumiria o comando do 13º Batalhão da PMDF?

TCG: O sentimento inicial é de gratidão pela confiança depositada em mim por parte do Comando Geral da Corporação. Naturalmente, sabemos do tamanho da responsabilidade e da importância dada à essa missão e daremos a esse Comando o valor que ele merece.

JS – Qual é a base do comando a partir de agora?

TCG: A Base será as instalações do 13° Batalhão sediado em Sobradinho. Nesse sentido, não haverá nenhuma mudança.

JS – Como será a sua atuação?

TCG: Nossa atuação necessariamente estará vinculada às estratégias definidas pela Policia Militar, não há como se desligar das diretrizes operacionais definidas para todas as unidades da Corporação. Asseguradas essas orientações iniciais, desenvolveremos ações próprias de emprego operacional, considerando as peculiaridades da região.  São três Regiões Administrativas sob a responsabilidade do nosso Batalhão e cada um possui características próprias que demandaram um esforço diferenciado para melhorar os índices de criminalidade sempre sob a égide do respeito à dignidade da pessoa humana. Não podemos abandonar esse conceito basilar em momento algum.

JS – Quais são os pontos que precisarão de mais atenção do comando aqui em nossa Região Norte do DF?

TCG: A região norte, em especial Sobradinho e Sobradinho 2, vem demonstrando um aumento significativo no uso, porte e tráfico de drogas. Em nossa primeira ação de repressão à essa modalidade criminosa na cidade apreendemos 40Kilos de maconha e prendemos um traficante. Observamos que boa parte dos crimes da cidade possuem relação direta ou indireta com drogas. Isso requer um esforço compartilhado entre polícia militar, polícia civil e toda a comunidade por meio de denúncias.  Sem essa parceria, nosso trabalho não terá os resultados esperados.

JS – Qual a sua memória afetiva da cidade serrana?

TCG: Nasci em Sobradinho em 16 de janeiro de 1972…ou seja é minha cidade natal. Só esse detalhe seria suficiente pra minha alegria em poder dedicar a ela o nosso melhor. Além disso, mesmo morando em Planaltina, temos uma relação muito próxima com vários amigos de nossa cidade serrana. Passei minha juventude aqui jogando futebol amador nas equipes de Seu Marinalvo e Turchiello, grandes personalidades da sociedade Sobradinhense. Além disso, servi nesse mesmo Batalhão entre 2014 e 2016. Temos a consciência e segurança de poder afirmar que estamos prontos e em condições de fazer o nosso melhor pela “Cidade Serrana”.

JS – Na sua opinião qual o maior problema de Sobradinho e que gostaria de dar a devida solução em sua gestão?

TCG: Considerando nossa missão específica, sem entrar em outras searas das áreas sociais, nosso combate vai se concentrar na prevenção/repressão aos crimes relacionados uso/tráfico de drogas. Tendo efetividade nesse combate, facilitaremos as ações contra outras modalidades criminosas de menor potencial ofensivo.

JS – No seu planejamento e do GDF, quais ações deverão ter prioridade nesse ano de 2020 em Sobradinho e Região?

TCG: A região norte como um todo, além das ações próprias de prevenção/repressão à criminalidade, necessita de obras viárias na BR/020, já previstas pelo governo; aumento do efetivo policial- temos curso de formação em fase inicial de desenvolvimento parado por conta da pandemia; criação de uma Delegacia da Mulher na Região e também Delegacia de Crianças e Adolescentes, evitando o deslocamento de viaturas à outras regiões para registros de boletins de ocorrência; entre outras questões.  Nosso Comando junto a outros órgãos do governo, vem se empenhando diuturnamente para resolução dessas questões.

JS – Quais ações para o setor de mansões?

TCG: Daremos atenção especial ao Setor de Mansões e Condomínios, bem como Fercal e adjacências, sem abandonar aquilo que já conquistamos de redução da violência em outros setores. Nesse momento estamos finalizando o Plano de Emprego Operacional de nosso Batalhão considerando todo o espectro da criminalidade e violência de todos as áreas das três RAs.

JS – Como será sua parceria com Coronel Nascimento? Haverá ações conjuntas?

TCG: Nosso Comando estará de portas abertas à toda a comunidade, líderes sociais, comunitárias e à todos os gestores públicos.  Coronel Nascimento é nosso amigo, profissional da segurança pública-Bombeiro Militar- e terá todo nossa dedicação ao serviço, sempre pautado pelo respeito entre as instituições.

JS – O que você gostaria de dizer aos moradores de Sobradinho?

TCG: Em primeiro lugar, agradecer pela acolhida. Foram muitas mensagens de carinho e consideração. Atuei por 4 anos no Comando 14° Batalhão em Planaltina e garanto que deixei muitos amigos por lá. A comunidade de Sobradinho, Sobradinho 2 e Fercal podem ter a certeza de que vamos encarar de frente os problemas da violência e criminalidade na região e apoiados e com a colaboração de todos, não nos faltará fôlego, coragem física e moral para garantirmos a tão almejada segurança pública de nossas cidades. Obrigado e que Deus esteja sempre à nossa frente.

(*) Fonte JS: Emicles Nogueira Nobre Júnior (Júnior Nobre) DRT 12050/DF /Jornal de Sobradinho (Impresso & Site) e Blog do Emicles